Em súmula, árbitro relata invasão de dirigente para mostrar dinheiro

A polêmica que entrou em campo na Série C não passará em branco. No dia seguinte à atuação da arbitragem render broncas e até invasão de campo da diretoria do Juventude durante o revés por 3 a 0 para o Tombense, o árbitro Paulo Henrique de Melo Salmazio denunciou na súmula um dos dirigentes do clube gaúcho.

Na súmula, o juiz afirmou que o diretor do Juventude, Carlos Chiles, teria invadido o campo e ido na direção dos vestiários para dar notas de dinheiro e direcionar ofensas.

O árbitro apontou que o dirigente teria proferido palavras como "Seu ladrão, vagabundo, toma esse cem reais para você', pegando o bolo de dinheiro e mostrando a nota de cem reais".

Na derrota por 3 a 0, dois jogadores do Juventude foram expulsos, e a atuação deixou o clube de Caxias do Sul com 24 pontos, na sexta colocação do Grupo B. No seu site, o clube definiu a situação como "O principal personagem do jogo foi Paulo Henrique de Melo Salmazio-MS que, acompanhado de seus auxilares, protagonizou a pior atuação de um árbitro vista nos últimos anos"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos