Gustavo Henrique tira lição de tropeços e pede foco contra times sob risco

  • RODRIGO GAZZANEL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

América-MG, Coritiba e Figueirense... Só nas últimas quatro rodadas o Santos deixou de ganhar nove pontos contra times em que era favorito para o duelo, mas acabou derrotado. Há o que mudar no aspecto psicológico, mas não na arte tática.

Segundo o zagueiro Gustavo Henrique, o Santos deve ter a atenção de um clássico para encarar o 17º colocado Internacional, na quinta-feira, às 21h, no Beira Rio.

"Foram jogos que poderíamos ter conquistado resultados melhores, mas é coisa do futebol. Existem jogos em que nada dá certo, como o Figueirense. Contra esses times a concentração tem que ser maior. Contra times bem colocados, já entramos mais concentrados. Então acho que o foco e a concentração têm que ser iguais", opinou o defensor.

Ainda segundo o camisa 6 do time alvinegro, o Internacional já esboça uma reação apesar de estar na zona de rebaixamento. No entanto, uma vitória em Porto Alegre pode motivar o time para o clássico contra o Corinthians, no domingo, na Vila Belmiro.

"Eu acho que o torcedor do Santos nunca quer perder para o Corinthians, nós também. Temos que pensar primeiro no Inter porque uma vitória nos dá mais confiança, pressão seria maior com a derrota. Temos que ir lá focado para conquistarmos os três pontos e depois pensarmos no Corinthians", finalizou.

O Santos treina desde sábado e segue a preparação até quarta-feira, quando viaja para o Rio Grande do Sul.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos