Diego Costa admite que estava em má fase: 'Me doía não estar bem'

Após ficar de fora da Eurocopa-2016, Diego Costa foi criticado em sua primeira partida na era Julen Lopetegui, que foi diante da Bélgica, em amistoso realizado na última semana. Já nesta segunda-feira, o atacante brilhou e marcou duas vezes na goleada da Fúria sobre Liechtenstein por 8 a 0, pela primeira rodada do Grupo G das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018.

Aliviado, Diego Costa amenizou as críticas, que se davam por ele por ter marcado apenas um gol em dez partidas pela seleção espanhola até a última segunda. Logo após o jogo diante de Liechtenstein, o hispano-brasileiro admitiu que estava em um momento ruim.

- O que mais me doía era que não estava jogando bem e se você está participando em algum momento as coisas aconteceriam. Estava me adaptando melhor com a seleção e sabia que o gol ia chegar - disse.

As declarações de Diego Costa mostram que ele tirou uma geladeira das costas ao mudar o tom. Após as críticas contra a Bélgica, o brasileiro naturalizado espanhol havia afirmado que "como não era nascido na Espanha, iriam criticá-lo pela falta de gols". Diego comentou em cima dessas palavras.

- Comentei porque havia feito um bom jogo e as pessoas me pediam gol, o que é normal, mas também há que entender quando um faz um jogo bom mesmo sem marcar. Nem sempre se pode marcar. Não estava jogando bem e aceito as críticas. Não foi algo contra a imprensa. Nunca tive problemas com ninguém, sempre aceitei as coisas. Cada um tem seu trabalho e faço o meu o melhor que posso.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos