Fernando Prass revela torcida por permanência de Cuca no Palmeiras

O goleiro Fernando Prass foi entrevistado na noite desta segunda-feira no programa "Bem, amigos!" do canal SporTV e falou sobre a declaração de Cuca, para uma rádio, quando o treinador do alviverde disse que pretende voltar ao futebol chinês em 2017. A maior parte do grupo não entendeu, mas o experiente goleiro analisou de outra forma.

- No futebol, a gente faz projetos hoje... Amanhã já tem outros projetos. Ele trabalhou lá (no Shandong Luneng entre 2014 e 2015), deve ter mercado muito forte. A gente torce para ser campeão brasileiro. De repente, as coisas mudam de figura. É muito complicado analisar. Não sei até que ponto ele falou em desejo, plano ou proposta de ir - disse o goleiro antes do programa, para o Globoesporte.com.

Com a badalação do futebol chinês, Prass diz torcer para que proposta não venha para ele. Por diversos fatores, goleiro afirmou que decisão seria difícil.

- Torço, entre aspas, para eu não receber essa proposta. Minha ideia é não sair, mas, tendo essa proposta, é difícil dizer não. Pelo que o pessoal fala, é fora da realidade. Para mim, seria muito difícil decidir.

Fernando Prass vem se recuperando de lesão no cotovelo direito, sofrida durante um treinamento para a Olimpíada e prazo de recuperação é de até seis meses. Caso o alviverde seja campeão de forma antecipada, goleiro quer participar da festa do título.

- Jogar, eu jogo, nem que seja de centroavante. Eu quero voltar não o mais rapidamente possível, mas o melhor possível. Vai depender dos exames. De duas em duas semanas, volto ao médico. Ele vai passando a evolução que eu posso ter no treinamento. Não quero voltar antes nem depois. Dentro da margem de segurança, vou voltar da melhor forma possível. Não quero voltar para jogar mais dois jogos. Quero jogar mais quatro anos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos