Daniel Passarella é processado pela Justiça argentina

Bicampeão do mundo pela seleção argentina (1978 e 1986), o ex-zagueiro Daniel Passarella foi processado por fraude na venda de ingressos no período em que presidiu o River Plate (2009-2013).

Passarella, outros ex-dirigentes e barra-bravas do clube portenho foram multados pela Justiça argentina em dois milhões de pesos (R$ 425 mil).

Em 2012, após uma partida do River Plate no Monumental, um sócio fez a denúncia, já que o lugar estava ocupado por outra pessoa, com um bilhete adquirido por revenda.

A Justiça investiga se o River repassava o ingresso dos sócios para os barra-bravas, nome como são conhecidos os torcedores mais violentos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos