Quem diria?! Troca bagunça o Sport, e Corinthians fica no G4 com goleada

Nem o mais otimista dos corintianos, daquele que foi ao banheiro ou tomar seu lanche no intervalo ainda confiando em seu time, imaginava que pudesse acontecer o que houve nesta quinta-feira, na Arena Corinthians. Depois de um primeiro tempo pavoroso, o Corinthians voltou do intervalo diferente na formação e na postura e goleou o Sport por 3 a 0, em duelo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os três gols da vitória foram marcados num intervalo de 18 minutos. Põe na conta do professor!

Desfalcado de sete jogadores, inclusive o gripado Marquinhos Gabriel de última hora, o Corinthians não acertou quase nada no primeiro tempo. A dificuldade numa simples saída de jogo ou para realizar um fácil lançamento era nítida, e foi minando a confiança do torcedor em Itaquera. O Sport tentou aproveitar a atuação patética, mas Diego Souza conseguiu ser ainda pior ao errar um cabeceio diante de Cássio e sem marcação próxima.

O Timão só conseguiu chegar em uma batida de fora da área de Rodriguinho aos 20 minutos de jogo - pasmem, primeira finalização da equipe contra o Sport - e no último minuto, depois de bela jogada de Marlone e conclusão nem tão boa assim de Giovanni Augusto. Era necessário mudar, e Cristóvão assim o fez: acionou o centroavante Gustavo na vaga do volante Cristian e colocou o Corinthians no ataque logo no intervalo.

Quem diria que daria certo?! O torcedor que sofreu no primeiro tempo foi só sorrisos na etapa complementar, e a festa começou cedo: aos dois minutos, Gustavo ajudou Marlone a cruzar na área para a chegada de Rodriguinho, 1 a 0. Aos nove, Rodriguinho deu caneta em Neto Moura e serviu Marlone, que entregou nos pés de Léo Príncipe, 2 a 0. Apenas mais oito minutos depois e Vilson se antecipou à marcação de Matheus Ferraz para aproveitar a batida de escanteio de Lucca e anotar o terceiro. Foi um atropelo.

Depois de acertar na substituição e ver o time marcar três gols em 18 minutos, Cristóvão meteu os volantes Willians e Jean no time, enquanto Luiz Alberto tentou encarnar o suspenso Oswaldo de Oliveira com Apodi, Rogério e Edmilson. O Sport até criou e chegou ao ataque, mas nada adiantou. Era dia de Corinthians. A goleada em Itaquera deixa a equipe com 40 pontos, a seis da liderança e na mesma quarta posição, perto de todo mundo. Quando o Sport achar o rumo, terá obrigação de atentar-se para a distância de só um ponto da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 3 X 0 SPORT

Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)

Data-Hora: 8/9/2016 - 19h30

Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)

Auxiliares: Michael Correia (RJ) e João Albuquerque (RJ)

Público/renda: 24.360 pagantes/R$ 1.163.355,50

Cartões amarelos: Yago, Vilson (COR), Durval, Gabriel Xavier (SPT)

Cartões vermelhos: -

Gols: Rodriguinho (2'/2ºT) (1-0), Léo Príncipe (8'/2ºT) (2-0), Vilson (16'/2ºT) (3-0)

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Vilson, Yago e Uendel; Cristian (Gustavo, no intervalo), Camacho (Willians, aos 34'/2ºT), Giovanni Augusto (Jean, aos 39'/2ºT), Rodriguinho e Marlone; Lucca. Técnico: Cristóvão Borges.

SPORT: Magrão; Samuel Xavier (Apodi, aos 10'/2ºT), Matheus Ferraz, Duval e Rodney Wallace; Rithely, Neto Moura, Diego Souza, Gabriel Xavier (Edmílson, aos 36'/2ºT) e Everton Felipe (Rogério, aos 16'/2ºT); Luis Ruiz. Técnico: Luiz Alberto.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos