Porta-bandeira do Brasil nos Jogos, Shirlene Coelho conquista o ouro

Antes mesmo dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro começarem, a brasileira Shirlene Coelho já tinha motivos para comemorar, já que foi escolhida pelo Comitê Paralímpico do país como porta-bandeira na cerimônia de abertura. Neste sábado, porém, o sorriso da atleta mudou de cor: ficou dourado. Isso porque ela garantiu seu primeiro ouro no evento.

A sul-mato-grossense de 35 anos ficou com a medalha de ouro no arremesso de dardo (classe F37) ao atingir a marca de 37,57m, superando a segunda colocada na prova por mais de sete metros. As chinesas Na Mi e Qianqian Jia ficaram com a prata e bronze, respectivamente, com o arremesso de 30,18m e 29,47m.

Essa foi a segunda conquista de Shirlene na competição, já que ela também subiu ao lugar mais alto do pódio em Londres (ING), em 2012. No Rio de Janeiro, a brasileira ainda participa do arremesso de disco e peso, provas nas quais detém láureas mundiais, mas ainda busca sua primeira paralímpica.

- É muita felicidade, inexplicável. Pela segunda vez, e em uma Paralimpíada, é maravilhoso. Se faz diferença ser no Rio? Ô, se faz. Com esse estádio lotado, gritando meu nome. Carregar a bandeira já tinha me emocionado, nunca uma mulher tinha carregado na abertura. A Paralimpíada está perfeita - comentou a atleta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos