Em dia de herói do Santos, Renato leva bola do jogo e exalta elenco

Renato voltou a salvar o Santos com um gol no fim. Além da vitória sobre o Corinthians, no domingo, o ídolo da camisa 8 já havia feito um gol de cabeça no fim, contra o Coritiba, na 2 rodada do Campeonato Brasileiro, que garantiu o mesmo resultado.

No entanto, o volante bicampeão brasileiro dispensou o rótulo de herói e preferiu exaltar a força do elenco, já que a vitória veio sem Victor Ferraz, Lucas Lima e Ricardo Oliveira, suspensos.

Inclusive, foi dos pés do reserva Jean Mota que veio a cobrança de escanteio antes do gol de Renato.

- Aqui é um grupo, todos treinam para ter chances e mostram que estão agarrando as oportunidades. É uma vitória do grupo todo. Quem entrou, nos ajudou. Mostramos isso no campeonato, é um grupo que mostra ser forte - disse.

Virtude do meio-campista, a paciência também foi ponto positivo do Peixe no domingo, que soube furar o bloqueio corintiano para empatar e buscar a virada no fim.

- Não poderíamos levar o segundo gol. O Corinthians jogaria no contra-ataque, soubemos aproveitar a oportunidade. Fomos mais eficientes - avaliou o capitão de no clássico.

No fim, o volante ainda foi submetido ao exame antidoping e ganhou a única bola que restava no gramado da Vila Belmiro, para levar para casa e guardar como recordação.

Renato tem outro gol marcante contra o Corinthians: um marcado na final do Campeonato Brasileiro, vencido pelo Alvinegro Praiano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos