Cara nova no ataque dá ânimo ao Vasco na caminhada para a elite

  • Foto: Carlos Gregório/Vasco

Ao longo da semana passada, Jorginho testou um Vasco mais ofensivo, com três atacantes, colocando Junior Dutra no lugar de Marcelo Mattos. Esta formação foi para o jogo de sábado, contra o Oeste, o qual a equipe conseguiu vencer e quebrar um jejum de seis partidas. O técnico e sua comissão aprovaram o teste.

- O que pretendíamos era ter velocidade. Eles estavam jogando com três zagueiros, e queríamos colocar três homens e aproximar o Nenê para ter a oportunidade de pressionar o goleiro. As coisas aconteceram bem no primeiro tempo. Dutra e Éderson cansaram. Fomos felizes, porque ganhamos velocidade pela direita quando entrou o Madson (no lugar de Dutra) - disse em entrevista coletiva.

Jorginho considera repetir a formação nesta terça-feira, contra o Goiás, no Serra Dourada, em mais uma rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador compreendeu a necessidade de o time mudar de cara em relação ao apresentado no primeiro semestre, visando não ter sustos na luta pelo retorno à elite. O que pode alterar em partes a consideração é devido a Jorge Henrique.

No sábado, Jorge Henrique saiu de campo ainda no primeiro tempo com dor no músculo posterior da coxa direita e não está definido se terá condições para terça-feira. Diante do Oeste, ele formou o trio de ataque com Éderson e Junior Dutra. Caso não tenha como participar desta partida, Eder Luis deve ser o escolhido para assumir a posição no time.

A sequência do trabalho de Jorginho no Vasco, inclusive, é com o otimismo característico dos últimos meses. Apesar de não conseguir subir mais na décima ou 12ª rodada do segundo turno, como previa, o comandante vascaíno citou uma conversa no vestiário com seus atletas, querendo surpreender os críticos com títulos da Série B e Copa do Brasil (o Vasco, dia 21, pega o Santos):

- Mostrei para os meus jogadores um minuto da nossa conquista invicta (período de 34 jogos até junho) e falei: "É isso que teremos no fim do ano. E, quem sabe, surpreenderemos muita gente comemorando um título no dia 30 de novembro (data da final da Copa do Brasil)".

A estratégia correta deu motivos para os torcedores do Vasco voltarem a sorrir neste fim de temporada. Depois de quase 50 dias de agonia, sem vencer, os vascaínos pensam até em fazer uma nova série invicta, como a feita no primeiro semestre, e não ter mais tristeza até dezembro. Com isto, os objetivos serão alcançados facilmente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos