Rodrigo Parreira perde ouro no salto em distância no desempate

O brasileiro Rodrigo Parreira esteve muito perto de conquistar o ouro no salto em distância da classe T36, para atletas com paralisia cerebral. Nesta segunda-feira, no Engenhão, ele ficou com a prata no critério de desempate contra Brayden Davidson, da Austrália.

Os dois fecharam a disputa com a mesma altura: 5,62m. O australiano acabou ficando com o ouro pelo critério de desempate, já que o segundo melhor salto dele foi superior: 5,57m contra 5,55m do brasileiro. O terceiro colocado foi o ucraniano Roman Pavlyk, com 5,61m.

Ao pular 5.62m, o brasileiro quebrou o recorde paralímpico, mas viu Brayden repetir a altura logo depois. Foi a melhor marca de Parreira no ano. No último sábado, ele já havia conquistado o bronze nos 100m da classe T36.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos