Revista diz que Beckenbauer recebeu R$ 20,6 mi por 'trabalho voluntário'

O ex-jogador Franz Beckenbauer teria recebido 5,5 milhões de euros (R$ 20,6 milhões) por um trabalho que classificou como voluntário, quando estava à frente do Comitê Organizador da Copa do Mundo de 2016. Segundo o revista "Der Spiegel", o ex-dirigente tentou esconder a quantia do fisco durante quatro anos.

A publicação afirma que o dinheiro foi retirado de uma doação de 12 milhões de euros (R$ 45 milhões) feitas pela Oddset, um dos patrocinadores daquela da Copa. Beckenbauer havia emprestado sua imagem à empresa para fins publicitários.

Presidente da Federação Alemão, Reinhard Grindel, criticou a conduta do ídolo do Kaiser por "terem mentido e enganado a opinião pública". O dirigente também garante que a entidade nacional desconhecia o desvio de verbas.

- sabemos que Franz Beckenbauer trabalhou pela Oddset no quadro da Copa do Mundo. Mas não estávamos cientes do registro de uma soma de 5,5 milhões de euros do orçamento da organização do Mundial de 2006 - disse Grindel.

O ídolo do futebol alemão também é investigado pelo Ministério Público Suíço por suspeitas de fraude, gestão desleal, lavagem de dinheiro e abuso de poder, desde novembro de 2015.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos