Líder, Moisés diz: 'Quem tem que sentir pressão são os adversários'

Dois empates seguidos, reunião com o elenco nesta quinta, treinos em Atibaia... estes seriam motivos para mostrar que o Palmeiras está sob pressão antes do Dérbi? Para Moisés, não. Com o Verdão líder em 16 das 25 rodadas disputadas no Brasileiro, ele considera que os rivais são os que devem se sentir pressionados.

- Temos que vencer o jogo para conseguir os três pontos independente do adversário. Vale o mesmo se for contra o Corinthians, não tem importância nem maior, nem menor. Nos ajuda na soma dos 72 a 74 pontos. A pressão não pode vir para o lado do Palmeiras, quem tem que sentir pressão são os nossos adversários. Eles que têm que ganhar da gente para encostar. Sabemos da dificuldade de jogar em Itaquera, mas estamos treinando bem e nos recuperando para fazer um grande jogo - analisou o camisa 28.

Em seu argumento, Moisés lembra que o Palmeiras está invicto há oito rodadas. Mais uma vez, o jogador citou a ideia de que, se o time não consegue jogar bem, que segure o empate, não saia de campo derrotado. Restando 13 rodadas para o fim do campeonato, o volante pediu um último esforço.

- Agora já faltam 13, depois de todo esse tempo não deixamos escapar e isso nos motivo. Não vai ser fácil, mas confiamos no grupo, tem que ter coragem. Temos nos dedicado, abdicado de algumas coisas. Não é fácil o Brasileiro, mas temos ambição, confiança. No fim do ano seremos felizes, temos nos dedicado para isso. Vamos continuar dessa forma. Falta pouco - completou.

Com 48 pontos, o Verdão é o líder do Brasileiro com um ponto de frente para o Flamengo, segundo. No sábado, enfrenta o Corinthians, na Arena Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos