STJD denuncia Lucas Lima, Gustavo Henrique, Dorival Junior e Modesto

Os eventos vivenciados na derrota para o Internacional, por 2 a 1, no Beira-Rio, continuam dando dor de cabeça ao Santos, desta vez é o STJD que se torna o mensageiro dos problemas.

Lucas Lima, Gustavo Henrique e Dorival Junior foram denunciados pelo Tribunal e podem ser suspensos por até seis jogos, já o presidente Modesto Roma pode levar multa e também suspensão. Os quatro serão julgados no próximo dia 21, quarta-feira.

Na partida válida pela 23ª rodada do Brasileirão, Lucas Lima foi expulso após levar dois amarelos em decorrência de, na visão do árbitro Rodrigo Raposo, ter retardado o reinício do jogo. Após o duelo, jogadores, comissão técnica e a presidência do clube se manifestaram duramente contra a arbitragem.

Gustavo Henrique foi um deles e sua fala foi usada como motivação da denúncia pelo STJD:

"A gente veio com intuito de vitória, vínhamos jogando bem. Não se faz o que se fez hoje. Vimos que ele veio mal-intencionado e isso não pode acontecer. Não pode fazer isso porque aqui tem trabalhadores", disparou.

Em tom mais moderado, Dorival Junior também foi alvo do Tribunal, que elencou o seguinte discurso para enquadrá-lo.

"Aquilo foi uma jogada ensaiada, um crime aquele tipo de atitude, quantas e quantas acontecem em todos os jogos com a aproximação de um elemento, ele apenas refuga num primeiro momento para que a gente possa ter o momento ali da jogada em velocidade, do trabalho de bola, por que nos vimos uma possibilidade em razão da marcação do Internacional e imaginávamos que desse certo esse tipo de situação. Não tem nem o que falar, por que eu nunca vi isso no futebol, foi uma pena por que ali acabou desarticulando todo o trabalho."

No entanto, para o STJD, a fala mais grave de todas foi a de Modesto Roma, que insinuou que a escolha do árbitro teria sido de forma proposital, a fim de prejudicar o Santos.

"Peguem os últimos jogos deste cidadão. Sempre o mandante venceu! Quem falou que esse cidadão sabe apitar. O que ele fez não foi severidade. Ele foi com a intenção de fazer o que fez. Quem é o amigo desse cidadão? Quem é o padrinho? Ele é de Brasília, né? Tem um mercadinho lá.

Confira abaixo o artigo em que cada denunciado foi enquadrado:

Lucas Lima: O atleta responderá por conduta contrária à disciplina ou ética (artigo 258 do CBJD). A pena prevista é de suspensão de uma a seis partidas.

Gustavo Henrique e Dorival Junior: Ambos foram enquadrados por desrespeitar a equipe de arbitragem, conforme descrito no artigo 258, inciso II do CBD. A suspensão prevista é de um a seis jogos.

Modesto Roma: O presidente do Santos foi denunciado por dupla ofensa e responderá duas vezes ao artigo 243-F do CBJD. Modesto corre risco de receber multa entre R$ 100 e R$ 100 mil e suspensão por 15 a 90 dias, por infração.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos