Após vitória suada, Dorival não vê 'soberba' do Peixe: 'De forma alguma'

Quando um time que briga pelo título encara adversário que briga contra o rebaixamento dentro de casa, aposta-se quase sempre na vitória do mandante. E foi assim no jogo entre Santos e Santa Cruz, no Pacaembu. Mas apesar da vitória, o Peixe não teve vida fácil e cedeu o empate duas vezes ao Santinha antes de confirmar vitória por 3 a 2 já aos 41 minutos da etapa final.

Convivendo com a sina de 'Robin Hood' do Brasileirão, perdendo pontos para times ameaçados, o Peixe novamente teve dificuldades. O técnico Dorival Júnior, contudo, rechaçou a possibilidade de seus jogadores terem entrado em campo em clima de "já ganhou".

- De maneira nenhuma. O que achei foi que houve grande jogo, cinco gols, duas equipes procurando jogar. Fizemos o gol e esperamos o Santa Cruz e tivemos três oportunidades no contra-ataque. Sofremos empate, fomos para cima, levou empate de novo. Equipe não perdeu a vontade de ganhar. Não desistimos em momento algum. Fomo atrás em todo momento, Santa fez grande partida. Acho que foi grande resultado mesmo em noite atípica - disse Dorival, em entrevista coletiva após o jogo.

Apesar de o zagueiro Gustavo Henrique ter afirmado logo após o jogo que o Santos costuma acreditar que pode resolver os jogos a qualquer momento, principalmente contra times ameaçados pela degola, Dorival foi enfático e afirmou ter visto outro comportamento da equipe.

- Acho que são profissionais acima de tudo. Cada um que faz análise do jeito que enxerga. Natural que cada um tenha uma percepção, mas vi jogo diferente. Santa em momento nenhum mostrou que merece estar embaixo na tabela. Jogou de igual para igual. Teve coragem, time estruturado, nos mostrou equipe diferente de outras partidas que observamos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos