Brasileiro adia candidatura política para tentar 3ª medalha na maratona

O terceiro capítulo da história de Tito Alves Sena em Jogos Paralímpicos será um pouco diferente do que ele desejava. Mas a vontade do brasiliense de alcançar o topo do pódio neste domingo é tão intensa quanto nas últimas duas edições.

Atual campeão e prata em Pequim-2008 na maratona T46, para amputados ou com limitações nos membros superiores, ele será guia de Edneusa de Jesus na T12 (para deficientes visuais). A prova, de 42km, terá largada às 9h, em Copacabana.

Aos 49 anos, Tito lamentou a ausência de seu nome na convocação do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em julho, para os Jogos do Rio. A entidade estabeleceu o ranking mundial como critério, e o atleta não conseguiu superar Alex Silva na disputa pela única vaga do país.

- Para mim é uma experiência nova. Sei que não será fácil, mas tem sido gostoso viver isto. A expectativa é de ficarmos no lugar mais alto possível do pódio - falou Tito ao LANCE!.

O maratonista deixou de lado até o lançamento de sua candidatura a vereador em Goiânia, onde mora, para focar na vaga. Mas as lesões prejudicaram os planos. Nos últimos anos, sofreu com dores no quadril, uma tendinite patelar nos joelhos, estiramento na coxa esquerda e, recentemente, uma inflamação no púbis.

Hospedado na Vila dos Atletas, em Jacarepaguá, Tito vem fazendo fisioterapia e exames para acompanhar o problema, e toma anti-inflamatórios. O alento é que, como guia, ele correrá apenas metade da maratona com Edneusa, por decisão do CPB. A previsão é que seja o trecho final.

- Eu esperava que fosse ser convocado, mas a bola não entrou no gol. Então, recebi o convite do CPB para guiar a Edneusa no Rio. Trabalhamos um mês na altitude da Colômbia. Farei o melhor para ajudá-la a ganhar a medalha - disse o maratonista, que não escondeu a frustração por ter ficado fora dos critérios.

- Doeu ficar fora (como atleta). Não porque ganhei o ouro, pois não quer dizer nada. O atleta tem de se manter em alto rendimento. Mas, mesmo com índice, outros foram melhores - lembrou o corredor, confiante no ouro de Alex.

O medalhista, que teve o braço direito comprimido por uma máquina na fábrica de bebidas onde trabalhava, em 2003, não descarta tentar a classificação para Tóquio (JAP). Mas tem outros planos.

Como em 2012 só chegou à capital goiana a 18 dias da eleição, por causa do calendário dos Jogos, garante que terá mais foco na próxima vez.

- Tudo ao mesmo tempo, não dá. Mas eu sonho em ajudar os deficientes e as pessoas carentes - diz.

Outras duas brasileiras competem pela medalha na maratona neste domingo. Maria de Fátima Fonseca e Aline Rocha disputam a classe T54, às 12h31.

QUEM É ELE

?

Nome

Tito Alves de Sena

Nascimento

6/2/1967, em Brasília (DF)

Altura e peso

1,62m e 60kg

Conquistas

Medalhista de ouro nos Jogos Paralímpicos de Londres-2012, prata nos Jogos de Pequim-2008, ouro no Mundial de Atletismo de Assen (HOL), em 2006, ouro na Copa do Mundo de Maratonas de Londres, em 2014, prata nos Jogos Parapan-Americanos Rio-2007 (1.500m e 5.000m) e bronze no Meeting Internacional do Rio (2007).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos