Da desistência ao acesso: São Bento supera dificuldades e agora quer final

O São Bento, é claro, busca chegar à final da Série D do Campeonato Brasileiro na tarde deste domingo, a partir das 16h, no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba. O time enfrenta o CSA, que tem a vantagem por ter vencido o duelo de ida por 2 a 0. O objetivo da equipe paulista na competição, entretanto, já foi conquistado: conseguir o acesso para disputar a Série C em 2017.

O clube do interior de São Paulo ganhou a vaga na Série D por meio do Paulistão, no qual foi eliminado nas quartas de final para o campeão Santos. Do torneio estadual até o nacional, o São Bento teve praticamente dois meses para buscar parceiros e remontar o elenco, antes composto por jogadores com contratos até o fim do Paulistão.

Por conta do pouco tempo e das dificuldades financeiras, a diretoria pensou até em desistir. Porém, como a vaga para a Série D agora vale por dois anos, os planos mudaram. A oportunidade de o São Bento disputar um campeonato nacional após 24 anos também pesou na decisão.

- Pensamos em não fazer a inscrição, mas perderíamos a chance de disputar também em 2017 e era um anseio voltar ao futebol nacional depois de tanto tempo. A partir de 10 de maio a diretoria começou a correr atrás de parceiros e de jogadores, já que os contratos eram até o fim do Paulistão. Não foi fácil, ainda mais com essa crise financeira do país. Apesar de ser um campeonato nacional, a Série D tem menos visibilidade que o Paulistão. Foram dias de discussões - recorda o supervisor de futebol do clube, Giovanni Coutinho.

Com a decisão tomada, o primeiro passo da diretoria foi renovar o contrato com o técnico Paulo Roberto. O treinador admite que já nem pensava em continuar no São Bento após o Paulistão e também relembrou as dificuldades na preparação do time.

- Eu estava com outras coisas encaminhadas para o restante do ano, mas de última hora eles resolveram participar. Fizemos um planejamento com um orçamento muito reduzido, com apenas 23 dias de preparação e um jogo-treino - conta o treinador, que levou o São Bento ao acesso para a elite do Paulistão em 2014 e também comandou o time em 2015.

Apesar da correria, a equipe surpreendeu e classificou-se para a segunda fase com uma rodada de antecedência. Foi aí que a ideia de apenas participar da competição para não perder a vaga virou passado. Diretoria, comissão técnica e jogadores começaram a acreditar: era possível conquistar o acesso para a Série C. Então, o clube aumentou o orçamento e contratou cinco reforços. No mata-mata, o time passou por Brusque, J.Malucelli e Itabaiana até a semifinal.

- A marca dessa equipe foi a superação. Superamos muitas dificuldades - diz o técnico Paulo Roberto.

Com Sorocaba já em festa, o São Bento busca dar mais uma alegria para sua torcida: o título da Série D.

CONFIRA A ENTREVISTA COM GIOVANNI COUTINHO, SUPERVISOR DE FUTEBOL:

Quais foram as maiores dificuldades para disputar a Série D?

Estávamos na última semana para confirmar a participação na Série D, e a diretoria fez esforço maior, manteve o Paulo Roberto e começou a buscar jogadores. Sabíamos que não estávamos concorrendo de igual para igual com as outras equipes, até pelo nosso orçamento. O Paulistão acabou para nós no dia 16 de abril, e o grupo desmantelou, porque não tínhamos calendário, seria só a Copa Paulista no segundo semestre. A principal dificuldade era não ter recursos. Conseguimos parceiros, mas tínhamos uma folha salarial enxuta, talvez até a menor entre os 16 clubes que classificaram às oitavas de final.

A campanha surpreendeu?

No começo, sim. Depois, vimos que o time tinha condições de buscar o acesso e fortalecemos o elenco.

E o planejamento para 2017?

A ideia é montar um só elenco para o Paulistão e para a Série C. Já estamos pensando em 2017. Com dois torneios, conseguimos atrair mais jogadores.

CONFIRA A ENTREVISTA COM O TÉCNICO PAULO ROBERTO:

Vai continuar no ano que vem?

Tenho um acerto verbal para o Paulistão e Série C em 2017, mas ainda nada documentado.

Como está o clima da cidade e do time para o jogo da semifinal?

Sorocaba está em festa até hoje pelo acesso. Agora, temos esse jogo para tentar reverter e chegar à final, mas objetivo maior já foi alcançado. Estamos focados, sabemos que é um adversário de qualidade e que ainda tem uma boa vantagem, mas estamos ciente de que reverter é possível.

O RESSURGIMENTO DO SÃO BENTO

Estadual: após a queda no Campeonato Paulista em 2007, o São Bento passou sete anos longe da elite estadual. Para piorar, o clube chegou a cair para a Série A3. Porém, em 2013 o time voltou à Série A2. Em 2014, o clube conseguiu seu segundo acesso seguido e voltou ao principal torneio paulista. No ano passado, o São Bento caiu em um grupo difícil, com Corinthians e Ponte Preta, e não foi às oitavas de final (em termos de pontuação, fez a nona melhor campanha). Já neste ano, foi eliminado nas oitavas para o campeão Santos e conquistou vaga na Série D.

Nacional: antes da Série D deste ano, a última participação do São Bento em um campeonato nacional havia sido em 1992. Na ocasião, o clube tinha acabado de cair da elite do Campeonato Paulista, mas foi convidado para disputar a Série C do Brasileiro. O Bentão ainda soma outras três participações em nacionais: em 1979 (quando o Brasileirão teve 94 times), além da Taça de Prata (equivalente à Série B) em 1981 e 1983, porque o critério era os Estaduais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos