Escorregão frustra Denis após grandes defesas em Curitiba: 'Pecado'

Denis caminhava para mais uma atuação segura e decisiva para o São Paulo neste segundo semestre. O goleiro já havia praticado, ao menos, três defesas difíceis na Arena da Baixada quando o Atlético-PR teve escanteio pelo lado esquerdo da defesa tricolor. A cobrança foi curta, Léo recebeu e mandou na área. A bola desviou em Michel Bastos e deixou o camisa 1 vendido.

O arqueiro são-paulino já corria para cortar um cruzamento que parecia mais fechado e tentou correr para trás após o desvio. No movimento, escorregou e não saltou como gostaria, mas se esticou e tocou na bola. O esforço, no entanto, acabou tirando Rodrigo Caio, que chegava inteiro no lance para tirar de cabeça. A bola ficou viva e bateu no zagueiro e em Pablo antes de entrar.

- Escorreguei (no gol). Até difícil falar, foi um pecado escorregar. Ainda assim, escorregando, consegui relar na bola, mas infelizmente não consegui fazer a defesa. Não merecíamos perder. Vamos trabalhar, tem de pensar no próximo jogo - lamentou Denis, ainda no gramado da Arena da Baixada.

Depois de um primeiro semestre conturbado por falhas em jogos importantes, Denis conseguiu se recuperar no Campeonato Brasileiro e ajudou o São Paulo a estar em situação menos preocupante até aqui. A próxima missão do goleiro será na quinta-feira, mas pela Copa do Brasil.

O Tricolor vai até Caxias do Sul encarar o Juventude no jogo de volta das oitavas de final e precisa reverter derrota por 2 a 1 sofrida no Morumbi. Se o placar for o mesmo, mas a favor dos paulistas, a vaga será decidia nos pênaltis. O time de Ricardo Gomes só avança direto se vencer por dois gols de diferença ou com três ou mais tentos marcados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos