Quarta melhor do Brasileirão, defesa do São Paulo tem teste de fogo

  • Julia Chequer/Folhapress

    Sistema defensivo do São Paulo tem se destacado

    Sistema defensivo do São Paulo tem se destacado

Aos poucos, Ricardo Gomes vai dando mais ordem ao time do São Paulo. Com os ajustes do treinador em cinco rodadas do Campeonato Brasileiro, o saldo de gols voltou a ser positivo (dois, contra menos um na saída de Edgardo Bauza) e a defesa já está entre as quatro melhores.

São 25 tentos em 25 partidas, com média de um gol por jogo. A liderança no quesito na Série A está dividida entre Santos e justamente Atlético-PR, adversário às 16h deste domingo em Curitiba, com 23 gols sofridos cada. A terceira posição está nas mãos do Palmeiras, com 24, mas em 26 partidas.

O Corinthians era o quarto até o último sábado, quando perdeu por 2 a 0 para o rival alviverde no Dérbi paulistano disputado em Itaquera. Os gols de Moisés e Mina derrubaram o time de Parque São Jorge para a quinta posição.

Na temporada passada, quando o time era criticado por ser muito exposto com Juan Carlos Osorio, a marca foi de 1,04. Em 2016, o número piorou e está em 1,07, com 60 tentos sofridos em 57 partidas. Para melhorar a marca, Ricardo Gomes apostará neste domingo em Maicon e Rodrigo Caio como titulares. A dupla sofreu 20 gols em 20 jogos de parceria.

No banco, estarão o experiente Lugano, que completará 200 partidas pelo São Paulo se for utilizado, e Lyanco. O uruguaio ainda tem o Furacão como maior vítima pelo Tricolor, com três gols marcados - um em 2003 e dois em 2005. Já Lyanco estreou como profisisonal justamente contra os atleticanos na Arena da Baixada, em julho do ano passado.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos