Ninja, caratê ou capoeira? Para Pimpão, 'o importante é o gol'

O atacante Rodrigo Pimpão recebeu o lançamento de Camilo, ganhou no alto do marcador, deu um lençol e trombou com outro e consumou o ato com um golpe de... há quem chame de golpe de caratê, ninja ou de capoeira. Para o autor do feito que garantiu três pontos ao Botafogo, neste domingo, a nomenclatura é o de menos.

- Quando a gente tem a oportunidade de entrar em campo, procura fazer melhor. Tive a oportunidade de substituir um cara que vive o melhor momento da carreira, o Neilton. Procuro dar o meu melhor. Vi o goleiro saindo, sabia que teria que esforçar ao máximo. Se foi ninja, caratê ou capoeira, tanto faz. O importante é o gol - brinca.

Foi o primeiro gol de Pimpão nesta segunda passagem pelo clube de General Severiano. Após deixar o mesmo Botafogo, no ano passado, ele passou um ano no Emirates Club (EAU) e voltou. Porém, precisou ganhar sete quilos de massa muscular. Foi titular, voltou ao banco, mas, agora, substituiu à altura quem vive, como ele mesmo disse, boa fase.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos