No futebol dinamarquês, Rodrigo Gral chega ao gol 600 na carreira

  • Divulgação / Aguante Comunicação

    Rodrigo Gral defendeu a Chapecoense na temporada 2012

    Rodrigo Gral defendeu a Chapecoense na temporada 2012

Rodrigo Gral, ex-atacante de Flamengo, Grêmio, Bahia, Chapecoense, Juventude e Sport e Seleção Brasileira, alcançou uma marca memorável no último domingo. Jogando no FC Djursland, do futebol dinamarquês, chegou ao gol 600 após fazer um dos gols do empate do seu time com o Aabyhøj IF, também da Dinamarca.

"Estou muito feliz aqui. Fazer aquilo que mais amo e Deus tem me proporcionado experiências fantásticas pois ainda tenho saúde para seguir jogando. Foi um gol bacana. Recebi o cruzamento do Guga Dambros, companheiro da equipe, brasileiro também, jovem promissor, daí me livrei da marcação e entrei de peixinho para cabecear a bola. Eu havia dado o passe para nosso primeiro gol também. Mais um dia inesquecível", contou o atacante.

Aos 39 anos, a inevitável aposentadoria se aproxima. Ele contou que ainda não tem previsão de pendurar as chuteiras, mas já tem planos do que irá fazer depois que deixar os gramados.

"Me cuido bastante. Estou com um percentual de gordura que não chega a 10. Para quem tem 39 anos é bem interessante. Quero seguir jogando, fazendo meus gols, ajudando a equipe aqui do Djursland até o final da temporada, me dedicar também aos estudos, um dos objetivos pelo qual vim para cá, para poder pensar na transição da carreira do campo para fora. Tenho aprendido muito nas aulas e quem sabe breve possa estar como manager também. Até lá, que os zagueiros tenham trabalho", divertiu-se.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos