Barrios joga 60 min e diz: "Sei o quanto posso contribuir para o Palmeiras"

Depois de 71 dias, Barrios voltou a ser titular do Palmeiras na quarta-feira, contra o Botafogo-PB, pela Copa do Brasil. Apesar dos 60 minutos em campo contra a equipe que disputa a Série C do Brasileiro, o camisa 8 não conseguiu marcar. Substituído por Alecsandro, ele adotou um discurso firme após a derrota por 1 a 0 - o Palmeiras se classificou por ter vencido por 3 a 0 em São Paulo.

"Eu sei que tipo de jogador eu sou e o quanto posso contribuir para o Palmeiras. Já demonstrei isso. Estou tranquilo, eu trabalho para dar meu melhor, e sempre será assim", afirmou o jogador.

O paraguaio tem enfrentado problemas para conseguir uma sequência. Além de lesões, como a que sofreu na coxa direita depois de marcar seu último gol, contra o Vitória, o camisa 8 não tem o estilo de jogo preferido de Cuca. Na derrota para o Botafogo-PB, ele teve uma chance para marcar e errou o tiro.

"Tive a possibilidade de jogar 60 minutos. Fico muito contente por voltar a atuar, fazia tempo que não jogava tanto. Foi uma pena perder o jogo, mas o time fez tudo que podia. Às vezes as coisas acontecem, às vezes, não. O que importa é a classificação", reforçou.

Neste ano, ele fez quatro gols em 19 partidas e foi convocado na terça pela seleção paraguaia para as próximas duas rodadas das Eliminatórias. Mesmo jogando pouco, Barrios tem mantido contato constante com Chiqui Arce, técnico do Paraguai e ex-jogador do Palmeiras.

"Fico feliz por voltar à seleção. Sei que Chiqui (Arce) confia muito em mim. Eu tenho falado com ele durante toda a semana. Mas estou pensando somente no Palmeiras até as Eliminatórias", encerrou.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos