Estado Islâmico proíbe camisas de clubes da Nike ou Adidas

De acordo com o jornal inglês "Mirror", o Estado Islâmico (EI) estabeleceu como regra a proibição de camisas de futebol de times e seleções patrocinadas pela Nike e Adidas nas áreas de influência. Quem for flagrado com os uniformes destas duas marcas está sujeito a um castigo de até 80 chibatadas.

A ordem foi estabelecida pela Al-Furat, a polícia do grupo radical. No anúncio, aparecem os escudos de Barcelona, Real Madrid, além de bandeiras da França, Estados Unidos e Alemanha.

O Estado Islâmico tem forte presença no Iraque e na Síria. O extremistas muçulmanos têm como uma das bandeiras o combate aos valores ocidentais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos