Levir Culpi critica arbitragem e diz que empate seria o placar mais justo

Menos exaltado que o presidente Peter Siemsen, que falou à imprensa minutos antes na Arena Corinthians, o técnico Levir Culpi foi mais um a criticar o árbitro Rodolpho Toski Marques. Para o comandante do Fluminense, a arbitragem, nos lances interpretativos, favoreceu ao clube paulista em todas decisões durante a partida, que terminou em vitória do Corinthians por 1 a 0 nesta quarta-feira e resultou na queda do Tricolor na fase de oitavas de final da Copa do Brasil.

- Com relação à arbitragem posso dizer que tivemos seis lances importantes para interpretação do árbitro. O resultado foi 6 a 0 para o Corinthians, então é difícil acreditar. Os dois lances de penalidade me pareceram claros de longe, mas o fato é esse. Foram seis lances capitais para a arbitragem - comentou.

Sobre a partida, o técnico Levir Culpi afirmou que o duelo desenvolveu-se como esperado. Para o comandante, o Fluminense o resultado mais justo na Arena seria o de empate, que, caso fosse em 1 a 1, levaria a decisão para os pênaltis.

- O jogo foi muito equilibrado, as duas equipes são muito técnicas, com bons jogadores.Entramos com um time muito equilibrado na defesa porque sabíamos que criaríamos oportunidades pela categoria do nosso time. Tentamos jogar com a parte emocional do Corinthians, que estava jogando sobre pressão em casa. Começamos bem na parte defensiva e fomos soltando aos poucos porque precisávamos do gol. Fomos abrindo o time da maneira que tínhamos condições - comentou o técnico, que comanda o time mais uma vez diante do Corinthians no domingo, às 16h, novamente em São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos