Mano Menezes afirma que vê com naturalidade seca de Ábila

Atacante vive de gol. Quem nunca ouviu esta expressão? No momento, ela pode ser aplicada ao atacante Ramón Ábila? Após passar em branco contra o Botafogo, na última quarta-feira pela Copa do Brasil, ele chegou ao terceiro jogo seguido sem balanças as redes adversárias. Os números contrastam com o seu início avassalador na Raposa, quando chegou a marcar em sete jogos seguidos.

Seu último tento foi marcado no clássico com o América-MG, no dia 08 de setembro, na 23° rodada. A sua seca começou justamente contra o Botafogo, na 24° do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, a Raposa perdeu de 2 a 0, no Mineirão. Ele voltou a campo duas rodadas depois, no clássico com o Atlético-MG.

Tais números, porém, não intimidam o treinador Mano Menezes, que disse afirmar ver tal período de jejum como natural, algo do futebol. De acordo com o comandante, o argentino só cometeu um erro: um gol perdido na derrota para o Botafogo.

-Penso que o Ábila perdeu um gol( na derrota para o Botafogo) que não está acostumado a perder no domingo. Mas tudo que aconteceu fora disso está dentro da normalidade. E contra o Botafogo, se eu o deixasse em campo, ele poderia marcar no segundo tempo, pois estava se empenhando muito. A média dele era muito alta, até anormal para atacantes que chegam aos clubes- comentou o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos