Snowland será sede de Desafio Brasileiro de Cross Country

De olho nos Jogos Olímpicos de Inverno de PyeongChang 2018, os principais talentos do Brasil disputam neste domingo, a partir das 8h30, o Segundo Desafio Brasileiro de Cross Country. Único evento da modalidade realizado sobre neve no Brasil, o torneio acontece em Gramado (RS), no Parque Snowland.

Auge da preparação dos atletas e última prova antes da terceira etapa do Circuito Brasileiro de Rollerski, que conta pontos para a classificação aos Jogos Olímpicos de Inverno, o Segundo Desafio Brasileiro de Cross Country se destaca pelas dinâmica e disputa acirradas entre os atletas.

Com formato de prova Sprint, no qual são realizadas tomadas de tempo qualificatórias e baterias head-to-head (um atleta contra o outro), vence o competidor mais rápido em circuito percorrido em menos de um minuto em média. Caio Freixeda, gestor da modalidade de Cross Country da Confederação Brasileira de Desportos na Neve, ressaltou as particularidades do evento:

- O Desafio Brasileiro de Cross Country tem por essência o dinamismo nas disputas, com formato inovador entre as provas da modalidade. Os atletas inscritos estão muito próximos entre si tanto fisica quanto tecnicamente, o que torna imprevisível o resultado final do evento e garante baterias acirradas do início ao fim - disse.

Em busca de uma vaga para os próximos Jogos Olímpicos, Victor Santos, Paulo Santos, Vitor Melo e Altair Firmino disputam a prova masculina. Firmino, que teve sua primeira experiência olímpica na disputa dos Jogos Olímpicos da Juventude em Lillehammer (NOR) é um dos destaques.

Entre as mulheres, Gabriela Neres e Bruna Moura chegam credenciadas pela participação recente no Mundial de Verão de Biathlon (modalidade que une o Cross Country e o Tiro Esportivo), a primeira do Brasil na história. Bruna Moura, que também está em fase de preparação para os Jogos de 2018, defende o título conquistado em 2015.

- Eu estou ansiosa para esse desafio, porque além de se tratar de uma prova de ski no Brasil, é uma oportunidade ótima para colocar em prática as técnicas que eu tenho treinado no rollerski antes mesmo de iniciar a temporada. Além disso, no ano passado, a prova de Sprint no Snowland foi muito interessante e divertida. Acredito que neste ano não será diferente. Eu tenho treinado bem, então estou confiante e vou em busca da manutenção do título conquistado em 2015 - pontuou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos