Jornal mostra técnico da Inglaterra negociando acordo para burlar regras de transferências do país

A Federação Inglesa (FA) abriu uma investigação contra o técnico da seleção, Sam Allardyce. Nesta segunda-feira, o jornal "The Telegraph" mostra um vídeo no qual o treinador utiliza o cargo para negociar um acordo de 400 mil libras (R$ 1,6 milhão) com o propósito de ajudar uma empresa asiática a burlar as regras de transferências do país.

No vídeo, gravado com uma câmara escondida, Allardyce explica a um repórter (disfarçado de empresário) como escapar das normas que proíbem a participação de investidores nos contratos dos jogadores e concorda em viajar a Singapura e Hong Kong como embaixador para beneficiar a companhia (fictícia, criada pelo jornal).

"Big Sam", como é conhecido, afirma que não teria problemas para driblar as regras e conhecia agentes que tinham a prática de burlar a lei estabelecida pela FA em 2008 e seguida pela Fifa em 2015.

Comprovada oficialmente a participação no esquema de fraude, Allardyce será destituído da seleção. O técnico assumiu a função neste ano, após a Eurocopa, substituindo Roy Hodgson.

O jornal afirma que a reportagem durou cerca de dez meses para descobrir as evidências de fraude no futebol britânico.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos