Após forte polêmica, Allardyce teria revelado que será demitido pela FA

Nesta terça-feira, Sam Allardyce se reuniu com dirigentes da Federação Inglesa de Futebol (FA). O motivo nada tem a ver com o quesito esportivo, uma vez que o treinador do English Team está sendo investigado por corrupção, graças a uma reportagem do jornal "The Telegraph".

De acordo com o "The Sun", outro diário britânico, o treinador de 61 anos disse a amigos mais próximos que será demitido pela FA dentro de alguns dias - podendo se dar antes, inclusive, do jogo contra Malta, dia 8 de outubro, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

Na reveladora reportagem do "The Telegraph", que contou com um repórter disfarçado de empresário, há um vídeo que mostra Sam Allardyce utilizando o cargo de treinador para negociar um acordo de 400 mil libras (R$ 1,6 milhão) com o propósito de ajudar uma empresa asiática a burlar as regras de transferências do país.

Mais sobre o caso

No vídeo, gravado com uma câmara escondida, Allardyce explica a um repórter (disfarçado de empresário) como escapar das normas que proíbem a participação de investidores nos contratos dos jogadores e concorda em viajar a Singapura e Hong Kong como embaixador para beneficiar a companhia (fictícia, criada pelo jornal).

"Big Sam", como é conhecido, afirma que não teria problemas para driblar as regras e conhecia agentes que tinham a prática de burlar a lei estabelecida pela FA em 2008 e seguida pela Fifa em 2015.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos