Carille não larga Brasileiro, mas diz: 'Título só dá para sonhar na Copa'

A decisão contra o Cruzeiro pode ser o compromisso mais importante do Corinthians na temporada. O técnico Fábio Carille admitiu que o clube alvinegro - a 13 pontos do líder Palmeiras no Brasileiro - não tem mais chances de defender o título conquistado sob o comando de Tite em 2015. Apesar disso, o treinador confia na classificação para a Libertadores e até na conquista da taça na Copa do Brasil.

- Em questão de título, é na Copa do Brasil que a gente tem que ser campeão. No Brasileiro é ficar entre os quatro ou cinco primeiros, dependendo de quem for campeão na Copa do Brasil. Vamos pensar cada jogo, amanhã (quarta) é o Cruzeiro e depois voltamos a pensar na Série A. Mas com título realmente só dá pra sonhar na Copa do Brasil - explicou o treinador alvinegro na coletiva desta terça, no CT Joaquim Grava.

Apesar do reconhecimento, Carille garantiu que não irá dar preferência para nenhum torneio e jogará ambos com a "mesma seriedade de sempre". O treinador, que sonha em permanecer no cargo, acredita que sua permanência é possível caso fature o tetracampeonato do torneio nacional. O Timão ganhou a Copa do Brasil em 1995, 2002 e 2009 - este último, ano que o atual treinador chegou ao clube para ser auxiliar de Mano Menezes.

- Sempre deixei muito claro a minha vontade de ser treinador. Eu penso o dia a dia. Não estou pensando na frente, sinceramente. O que vai acontecer eu não sei. Vai ser uma consequência. Tenho de fazer bem hoje - projetou Carille.

O jogo de ida contra o Cruzeiro será nesta quarta, às 21h45 (de Brasília), em Itaquera. O treinador exaltou a importância de fazer um resultado positivo em casa para ter vantagem na segunda partida, marcada para o dia 19 de outubro. Para isso, pediu o apoio da Fiel, já que no fim de semana a Arena Corinthians registrou o pior público de sua história: pouco mais de 18 mil pagantes.

- Contra o Fluminense o Corinthians mostrou entrega, marcou bastante mesmo sem bola. Deve cativar o torcedor. Acredito que o público de quarta estará melhor, que a Fiel vá empurrar o time o tempo todo, porque é jogo decisivo, é mata-mata, e o torcedor do Corinthians nunca deixou de apoiar, ainda mais nesses momentos - completou o treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos