Aina sem chapa, Celso Barros lança candidatura e revela conversas com Abel Braga

Ex-presidente da Unimed-Rio, Celso Barros lançou na noite de segunda-feira oficialmente sua pré-candidatura à eleição presidencial do Fluminense, que será realizada no dia 26 de novembro. No evento, que contou com o apoio do ex-presidente Roberto Horcades, entre outros ex-dirigentes do Tricolor, Celso afirmou que ainda não tem uma chapa formada.

- A chapa hoje é Celso Barros. A partir de agora, vamos trabalhar para montar. O Washington (ex-atacante do Fluminense) é um grande nome, mas ainda nem é oficial. Acho que ele pode contribuir. Citei todos os vice-presidentes que tenho bom relacionamento. Foi apenas o pontapé inicial - declarou.

Entre outros assuntos, Celso Barros afirmou que "valorizará ao máximo Xerém" e que não teria maior problema em se "ligar" com outros candidatos, exceto com Mario Bittencourt - advogado e ex-vice de futebol, a quem ele classificou como "um cara com uma vaidade muito grande".

Além disso, o candidato revelou já ter conversar com o técnico Abel Braga para assumir novamente o comando técnico da equipe do Fluminense.

- É um forte candidato. Tenho uma história de conversa com ele. É campeão do mundo e da Libertadores. Campeão brasileiro, duas vezes do Carioca pelo Flu. É um grande amigo. Ele tem até esperado, recusado convites para a eleição - concluiu.

A eleição presidencial do Fluminense será realizado no dia 26 de novembro. Antes disso, no entanto, as chapas dos postulantes precisam ser registradas na secretária do clube entre os dias 1º e 15 de novembro. Até o momento, cinco são os candidatos - Celso Barros, Mario Bittencourt, Cacá Cardoso, Pedro Abad e Pedro Trengouse -, mas o número é considerado alto e pode ser alterado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos