Boxeadores são punidos por terem apostado em disputas na Rio-2016

Nesta quarta-feira, o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou que três boxeadores foram punidos por terem feito apostas durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Os atletas repreendidos foram Michael Conlan (até 56 kg) e Steve Donnelly (até 69 kg), ambos da Irlanda, e Antony Fowler (até 75 kg), da Grã-Bretanha.

De acordo com o COI, os três não tiveram a intenção de manipular resultados, por isso receberam apenas uma "reprimenda severa". Dentre as punições aplicadas, Conlan, Donnelly e Fowler terão que participar de programas educacionais do COI para poderem disputar os Jogos de Tóquio, em 2020.

Além dos boxeadores, os comitês olímpicos da Irlanda e da Grã-Bretanha também foram repreendidos. Segundo o código de prevenção à manipulação de resultados do COI, atletas são proibidos de apostarem nas competições que disputam, no esporte que praticam ou em grandes eventos esportivos dos quais estão inseridos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos