Decisivo e capitão, Dudu completa cem jogos no Palmeiras nesta 4ª

  • Adriano Vizoni/Folhapress

Camisa 7 talentoso, Dudu chegou em 2015 como o principal reforço de um novo Palmeiras que começava a se moldar. Depois de altos e baixos na primeira temporada, o atacante tornou-se um dos líderes do elenco em 2016. Aos 24 anos, ele completa nesta quarta-feira, às 21h45, contra o Grêmio, seu 100º jogo pelo clube. A partida será justamente contra seu ex-time e pelas quartas de final da Copa do Brasil, torneio em que o clube defende o título.

Dono de 23 gols e 23 assistências, o jogador participa de praticamente um gol a cada duas partidas no clube. "Dudu guerreiro" para a torcida, ele tornou-se o capitão de Cuca após superar algumas diferenças com o treinador. Com a tarja no braço do camisa 7, o time não perdeu: são sete vitórias e três empates, contando o Brasileiro e a Copa do Brasil.

"Fico feliz de estar no segundo ano aqui e fazer cem jogos. Vai ficar na memória. A gente chegou no ano passado, o clube não passava por um momento bom, vinha brigando pelo rebaixamento, conseguimos reconstruir, chegar na final do Paulista, ganhando a Copa do Brasil e este ano é tudo diferente. Chegaram mais jogadores, treinador. Estamos felizes, queremos os dois campeonatos para ficar marcados para sempre na história do clube", analisou.

Sua partida mais marcante no clube talvez seja a final da competição que disputa na noite desta quarta. Contra o Santos, ele marcou os dois gols que levaram a decisão para os pênaltis. No desempate, o time conquistou a Copa do Brasil. Agora, busca o bicampeonato, ainda que sua maior preocupação seja o título brasileiro.

Dos titulares, apenas um foi poupado: Jean. Dudu, suspenso no Brasileiro, jogará. Com contrato até 2018, ele não pensa nem em descanso nem em uma saída iminente.

"Já falei aqui algumas vezes: por mim faço, 200, 300, 400 (jogos). Clube bom, presidente nos apoiando, diretor, treinador. O ambiente é muito bom, todos são unidos e esperamos que esta marca possa aumentar", completou.

Mais tranquilo com os cartões

Em 2015, Dudu ficou marcado por receber muitos cartões e pelo empurrão dado no juiz Guilherme Ceretta. Naquela temporada, foram 13 amarelos, e um vermelho, na final do Paulista que iniciou a confusão com o árbitro. Além disso, o atacante chegou a tomar uma punição de seis meses pelo caso com Ceretta, revertida depois para seis jogos.

Agora, o momento é outro. Em toda a temporada foram apenas quatro amarelos (três no Brasileiro, um no Paulista). O camisa 7 conseguiu passar por jogos importantes como Flamengo e Corinthians sem levar o terceiro. Só foi advertido na vitória contra o Coritiba. Por isto, não vai enfrentar o Santa Cruz.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos