Rafael Carioca reconhece favoritismo, mas pede Atlético-MG focado

  • Ricardo Duarte/Internacional

Não tem como negar. O volante Rafael Carioca reconheceu o favoritismo do Atlético-MG diante do Juventude, nesta quarta-feira, às 19h30, no Independência, em partida válida pela fase de ida das quartas-de-final da Copa do Brasil. Apesar do reconhecimento, o camisa 5 pregou respeito ao Juve e lembrou que os gaúchos eliminaram o São Paulo.

"Sem dúvidas, o favoritismo é nosso, é do Atlético-MG. Pela história, o Atlético é favorito. Mas favoritismo não entra em campo. O Juventude eliminou o São Paulo, ganhando no Morumbi. Chegou onde está não é à toa, então merece todo o respeito", disse o volante.

A fórmula para superar o alviverde está definida e é velha conhecida do torcedor: não tomar gol em casa e empatar fora.

"É não levar gol aqui (em Minas). Esse foi nosso erro contra a Ponte. A gente sabe como funciona a Copa do Brasil. Contra a Ponte, tivemos de nos esforçar o dobro para classificar depois de estarmos perdendo por 2 a 0. Temos de ser inteligentes. É não sofrer gol e procurar fazer um resultado importante aqui", afirmou.

O jogo de volta será no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, no dia 19 de outubro. Quem avançar pega Santos ou Internacional.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos