MUDA, CALENDÁRIO: 'Libertadores obrigará redução de estaduais e ligas'

Está cada vez mais claro que os estaduais precisam ser repensados. Não acho mesmo que eles já deram o que tinham de dar, mas o atual formato e tamanho fazem eles serem os patinhos feios do calendário. Sim, é verdade que já menos datas, mas ainda não resolve.

Nem mesmo a desculpa de que eles apimentam as rivalidades locais parece fazer tanto efeito. É preciso e é possível readequar para que os clubes que disputam as competições nacionais entrem já nas fases finais e disputem em poucas datas.

As novas resoluções da Conmebol passaram a exigir mais seriedade, zelo e criatividade de nossos dirigentes de clubes. Entretanto, eles estão amarrados politicamente aos presidentes das federações e as federações vão precisar olhar com outros olhos para as disputas regionais.

A Conmebol parece ter acabado com a desculpa que os clubes davam ao erguerem a taça da Libertadores. O campeão só vai ser conhecido em novembro e novembro é muito perto do fim do Brasileiro. Se resolveu um problema, criou outro: como adequar Copa do Brasil e Libertadores?

Acho possível o calendário comportar. As rodadas não podem ser nas mesmas datas e os elencos têm que ser maiores. Para que as datas sejam diferentes, vai ser necessário reduzir estaduais e torneios de ligas.

*Mario Marra é colunista do LANCE!.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos