Miami Cup sobe proposta, mas Santos pode jogar torneio em Marrocos

  • MARCO GALVãO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O Santos negou a primeira proposta feita pela organização da Miami Cup, para a realização de uma pré-temporada nos Estados Unidos, em janeiro, por considerar os valores baixos, além de prejudicar a preparação física dos atletas.

Na última semana, os empresários da Miami Cup subiram a proposta e ainda ofereceram ao time alvinegro partes maiores em lucro com bilheteria e até direitos de transmissão.

A Miami Cup seria resumida a dois jogos entre Santos e Cosmos, o outro único time da carreira de Pelé, além de treinos abertos do Santos, de 15 a 20 dias, na cidade de Miami.

Por outro lado, a diretoria santista tem outra oferta em mãos. Uma das patrocinadoras do clube, a companhia aérea Royal Air Maroc, viabiliza uma participação em um torneio que acontecerá no Marrocos, também em janeiro de 2017.

Além de lucrar com a participação em uma competição estrangeira, o Santos quer ganhar mais seguidores fora do país. Recentemente, o clube contratou um gerente de marketing internacional, José Carlos Peres, que foi adversário de Modesto Roma Júnior na eleição presidencial.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos