Sidão supre ausência de Jefferson e se especializa em defender pênaltis

Na confirmação da lesão de Jefferson - que deixaria o capitão afastado do time por tempo indeterminado - o botafoguense lamentou. Quando Helton Leite assumiu o posto e não convenceu como substituto do ídolo, o temor para a sequência do Brasileirão era grande. Dentro deste panorama de dúvidas, surgiu Sidão, que hoje faz o botafoguense até esquecer e aceitar a ausência de seu ídolo, que ainda procura a melhor forma física e não retornou ao time titular.

 

Com boas atuações, Sidão melhorou o nível da meta alvinegra. Mas o time ainda sofria defensivamente com Ricardo Gomes. Desde a chegada de Jair Ventura, no entanto, o goleiro cresceu e diminuiu o número de gols sofridos: em 10 jogos com o novo comandante, no Campeonato Brasileiro, Sidão sofreu cinco gols. Em metade desses jogos ele saiu sem ser vazado. Em meio à esta maratona de jogos, o arqueiro se destacou em triunfos como contra o São Paulo, dentro do Morumbi, e contra o Vitória, em jogo no Barradão.

 

Além de melhorar o nível de suas exibições, o arqueiro ainda demonstrou outra qualidade de seu jogo com a camisa do Botafogo: as defesas de pênalti. Diego Renan e Marquinhos Gabriel - este no último sábado - que o digam.

 

Essa boa fase traz à tona a questão: Jefferson retornará como titular? O capitão e ídolo do Botafogo já está recuperado de cirurgia e vem treinando com o elenco nas últimas semanas. Mas não tem sido relacionado para os jogos.

 

- O Sidão vive um bom momento. O Jefferson é nosso ídolo, o capitão. Queria ter essa dor de cabeça sempre. Muito bom e benéfico para todo o grupo - analisa o técnico Jair Ventura, que ainda justifica a ausência do ídolo:

 

- A lesão do Jefferson foi muito séria. Uma operação. Temos que ter calma. Não é uma lesão muito comum no futebol. Sempre falo que nenhum atleta conhece o corpo melhor que ele mesmo. Vamos no tempo do Jefferson e esperar ele estar bem para voltar - completa o comandante alvinegro.

 

Sidão pendurado pode abrir brecha para o retorno de Jefferson

Com a boa sequência de exibições de Sidão e faltando somente 10 jogos para o final da temporada, existiria a possibilidade de Jefferson voltar ao time somente em 2017. Desta forma, ele voltaria totalmente recuperado e 100% para iniciar o ano seguinte. Mas o fato do atual titular ter dois cartões amarelos pode permitir ao ídolo voltar a atuar na meta alvinegra ainda neste Brasileirão.

 

Além de estar pendurado, Sidão não é nenhum garoto, tendo 33 anos. Na semana retrasada, ele chegou a ter problemas pessoais com a esposa - que esteve internada - e desfalcou o time contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela Copa do Brasil. Mas, na ocasião, Jefferson não viajou com o grupo para Belo Horizonte e Helton Leite foi o titular da meta alvinegra.

 

Sidão chegou ao Botafogo em maio, após se destacar no Paulistão com a camisa do Audax. Desde então, tomou a posição de Helton Leite e se garantiu como titular do Botafogo na sequência do Campeonato Brasileiro. Em 25 jogos disputados, Sidão sofreu 32 gols. Em nove partidas ele saiu de campo sem ser vazado, como no último sábado, contra o Corinthians, na Arena da Ilha.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos