Gum avalia crescimento ofensivo do Fluminense: 'Buscamos o equilíbro'

A partida contra o Santos, determinante para as pretensões do Fluminense na reta final do Campeonato Brasileiro, terá um significado especial para o zagueiro Gum. Jogador com mais tempo de Laranjeiras no atual elenco, o capitão alcançará a marca de 347 jogos com a camisa tricolor, ultrapassando Oliveira (1973) e se isolando como 17º jogador que mais atuou pelo Fluminense na história. Mais uma marca na carreira de Gum, um dos principais responsáveis pela solidez defensiva da equipe de Levir Culpi na temporada.

No entanto, nas últimas rodadas, a defesa não vem sendo o destaque do time, que vive seu melhor momento na competição nacional, com quatro vitórias nas últimas cinco rodadas. Para Gum, o crescimento ofensivo do Tricolor faz parte da evolução da equipe comandada por Levir Culpi, que no primeiro turno foi derrotada por 4 a 2 pelo Santos em Cariacica.

- Mudou o momento e o campeonato (em relação ao último jogo). Era próximo do começo. Agora, estamos perto do final. Temos a possibilidade de terminar bem o ano. É importante acabar bem. Lutaremos por isso - afirmou o camisa 3 do Fluminense, antes de concluir o pensamento:

- Nosso time entendeu que só ter a melhor defesa não ia adiantar. Ser hoje a quarta melhor defesa é bom. A verdade é que nos equilibramos melhor e, por isso, as vitórias apareceram - afirmou Gum nesta terça-feira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos