Em 11 dias, Arena Corinthians tem três recordes negativos de público

A má fase do Corinthians tem afastado a torcida dos jogos da equipe. Em menos de duas semanas o clube teve três recordes negativos de público na Arena. O último aconteceu nesta quarta-feira, diante do Atlético-MG, quando 17.135 pessoas pagaram ingresso para ver o empate sem gols.

No último domingo, dia 25 de setembro, contra o Fluminense, veio o primeiro recorde da série: 18.838 pagantes. A derrota desestimulou o público para a partida seguinte, contra o Cruzeiro, quarta-feira, pela Copa do Brasil: 18.796.

Além do momento turbulento da equipe, há outros fatores que ajudam a explicar a baixa ocupação do estádio em Itaquera. Depois do clássico contra o Palmeiras, em 17 de setembro, o setor Norte da Arena foi interditado e depois reaberto parcialmente. Outro fator que contribui para o baixo público é a sequência de partidas em casa: foram seis no último mês. Os preços dos ingressos, que variam de R$ 35 a R$ 180 também pesam.

Mesmo assim, jogadores, comissão técnica e diretoria adotam tom otimista e esperam a volta nos próximos jogos:

"Hoje (quarta-feira) houve apoio a todo momento, o time correspondeu em campo e isso vai melhorar em cima da nossa atitude, do que fizermos. Tenho certeza que se formos bem contra o Santa Cruz vai lotar de novo contra o América-MG", disse o técnico Fabio Carille.

O Corinthians volta a Itaquera dia 16, contra o América-MG, pela 31ª rodada do Brasileiro.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos