Herói de novo, Denis pede fim de desculpas no São Paulo: 'Só trabalhar'

Depois de fazer um bom primeiro tempo diante do Sport nesta quarta-feira, o São Paulo mais uma vez despencou na etapa final e precisou dos reflexos de Denis para não ser derrotado na 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O goleiro saiu de forma providencial, já nos acréscimos, para fazer defesa frente a frente com Apodi, após lançamento de Vinícius Araújo.

- Foi uma coisa de segundos. Faltou um pouco de rapidez para definir e não tive competência para fazer o gol - lamentou Apodi, antes de Denis celebrar a defesa, mas não perdoar mais um tropeço tricolor:

- A gente jogou o primeiro tempo muito bem, poderíamos ter matado o jogo e pelo que jogamos no segundo o empate foi até compreensível. Agora é trabalhar focado para somar o máximo de pontos, sem dar desculpas e falar. Só trabalhar - pediu o camisa 1 são-paulino, ainda no gramado do estádio pernambucano.

O empate manteve a distância de dois pontos para os pernambucanos (agora 36 a 34), mas pode deixar o time do Morumbi com a mesma margem para a zona de rebaixamento no fim da rodada. Se Cruzeiro e Figueirense vencerem - encaram Ponte Preta e Botafogo, respectivamente, como mandantes -, os tricolores poderão terminar a 30ª rodada na zona da degola.

- A gente queria a vitória, mas infelizmente não deu. Claro que é importante não perder um confronto direto, mas a gente fica triste porque merecia a vitória. Fizemos uma boa partida, tivemos algumas oportunidades. Agora precisamos descansar. Temos dez dias (oito, na verdade) para descansar para o clássico com o Santos. Precisamos vencer o quanto antes - projetou Rodrigo Caio, sobre o San-São do dia 13, no Pacaembu, com mando são-paulino.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos