Levir, Peter Siemsen e dois jogadores do Flu são denunciados pelo STJD

A polêmica queda na Copa do Brasil, nas oitavas de final para o Corinthians, ainda pode dar mais prejuízos ao Fluminense nesta temporada. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou nesta quinta dois jogadores, Cícero e Marquinho, o técnico Levir Culpi e o presidente Peter Siemsen pelos incidentes ocorridos durante e após a eliminação na Arena Corinthians. A sessão está marcada para a próxima segunda-feira, dia 10, no STJD.

Expulso na etapa final do jogo por xingar o árbitro Rodolpho Toski Marques, o meia Marquinho foi enquadrado no artigo 258. Já Cícero, Cícero, por conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva ao reclamar do juiz, foi denunciado no mesmo artigo. Em ambos casos a pena é de um a seis jogos de suspensão.

Já o técnico Levir Culpi e o presidente Peter Siemsen foram enquadrados no artigo 243-F, ambos por ofensas ao árbitro Rodolpho Toski Marques. Neste caso, a pena indica multa ou suspensão de uma a seis partidas.

Após o empate em 1 a 1 no Giulite Coutinho, o Fluminense perdeu por 1 a 0 na Arena Corinthians, em jogo que gerou muitas reclamações por parte do clube carioca. Foram três gols bem anulados por impedimento, e reclamação por dois pênaltis, em Richarlison e Cícero, reclamados pelos tricolores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos