Substituto de Messi, Dybala rejeita comparações com o craque do Barça

  • Jack Thomas/Getty Images

A ausência de Lionel Messi dos jogos contra Peru e Paraguai abriu espaço para o jovem Paulo Dybala brilhar pela Argentina. O jogador da Juventus afirmou estar preparado para substituir o camisa 10, mas deixou claro que a missão será complicada.

- Vou jogar na posição dele, mas não vou ser ele. Jogar como Messi é impossível - disse Dybala, à "Fox Sports".

O confronto diante do Peru, nesta quinta-feira, pode ser considerado a redenção para Dybala. Isso porque ele foi expulso no fim do primeiro tempo contra o Uruguai, que acabou com vitória dos argentinos por 1 a 0, justamente gol de Messi. Na ocasião, o atacante da Velha Senhora saiu de campo chorando, sendo amparado pelo camisa 10 do Barcelona.

- Meu mundo caiu quando me expulsaram na estreia como titular da seleção argentina, porque tenho uma média de dois cartões amarelos por ano - comentou.

Com problema na coxa direita, Messi foi cortado dos jogos contra Peru e Paraguai. Além de Dybala, Edgardo Bauza, técnico da Argentina, conta com Agüero, Higuaín, Pratto e Di María para sair com os três pontos de Lima.

Dybala ainda falou sobre a Juventus. O atacante argentino reiterou sua vontade de permanecer ainda mais tempo atuando pela Velha Senhora.

- Não, não falei com Messi sobre a possibilidade de jogar no Barcelona. E ninguém do Barça falou comigo, nem com meu representante. É um dos clubes mais importantes do mundo, mas eu também estou em um dos melhores. A Juventus jogou a final da Liga dos Campeões há dois anos, estou muito bem e não tenho por que pensar em ir para outro lugar - concluiu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos