United pune torcedor que não compareceu a um jogo fora de casa

O Manchester United puniu um torcedor pela ausência na partida contra o Hull City, no fim de agosto, fora de casa, pelo Campeonato Inglês. O time venceria o confronto por 1 a 0, gol do garoto Rashford.

Sócio do clube há 40 anos, Graeme Clarke tinha a entrada para a partida, mas não compareceu, alegando um resfriado.

Nesta semana, o torcedor abriu o e-mail e descobriu que não poderá ver o time de coração em estádios rivais durante um ano. O anúncio foi feito por correio eletrônico pelos Diabos Vermelhos.

Em nota, o United justificou o castigo insólito.

"Como sua entrada não foi anulada, não tivemos como repassá-la a outro torcedor, deixando uma localidade vazia. Você tinha a possibilidade de anular o bilhete e ser reembolsado. O clube trabalhou intensamente com as autoridades locais para garantir mais lugares como visitante. Com as milhares de solicitações que recebemos, buscamos satisfazer todas nossas demandas".

Em entrevista ao jornal "Manchester Evening News", Callum, filho de Graeme Clarke, se mostrou indignado com a resposta do Manchester United.

"É muito decepcionante depois de toda lealdade que demonstramos nestes anos. Meu pai vive o Manchester United a cada segundo e está perto de se aposentar para se dedicar ao clube e viajar para ver o time em campo", lembrou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos