Vasco joga mal, mas vence com um gol contra e segue em 2º na Série B

Galera do Vasco: o Cruz-maltino venceu neste sábado à noite o Londrina por 1 a 0 em Manaus, na Arena da Amazônia. Com isso, foi para 54 pontos, abrindo seis do trio que está embolado entre o terceiro e quintos lugares da Série B do Brasileiro (com o time paranaense incluído neste trio) e está cada vez mais próximo do acesso.

Essa é a boa notícia. A má é que a vitória - construída com um gol contra de Germano no primeiro tempo quando era totalmente dominado - mascarou nova atuação insossa contra um rival que foi superior em pelo menos 70% do tempo e fez o goleiro Martin Silva ter muito trabalho e sair como o melhor em campo.

O Londrina foi superior no primeiro tempo. Teve uma proposta ofensiva, com Jô e Safira (que começou no lugar de Keirrison) enfiados e todos do setor de armação chegando com perigo. Tanto que o volante Germano e o excelente meia Zé Rafael tiveram chances para abrir o placar e num chute de Felipe Soutto o goleiro Martin Silva fez bela defesa.

O Vasco tinha qualidade na marcação, mas estava mal com a bola no pé. Pouco criativo, atacando muito mais por causa da vibração da (não tão grande) torcida e assustando apenas na bola parada. Como o time paranaense pegava pesado na marcação e fazia várias faltas, foram muitas as possibilidades de chuveirinho para os vascaínos. Num desses lances, o Cruz-Maltino achou o gol. Uma falta desnecessária de Marcondes (que inclusive levou amarelo) resultou na cobrança de Nenê que o volante Germano, com imperícia, cortou mal e matou o goleiro Marcelo Rangel, marcando contra. Vasco 1 a 0.

O gol deu tranquilidade ao Vasco, que passou a ter maior posse de bola e dominar o meio de campo, saindo para o intervalo com a vantagem e sem sustos.

Segundo tempo

O Londrina voltou em cima na etapa final, com a marcação adiantada dando trabalho ao goleiro Martín Silva (sempre seguro nas saídas). O Vasco apostava entre um ou outro contra-ataque ou avanços em ritmo lento, nitidamente para deixar o tempo passar. Lance de real perigo nos primeiros 25 minutos, somente um cruzamento de Nenê que ninguém concluiu.

Jorginho tentou algo novo quando tirou Ederson e colocou Fellype Gabriel. Mas não resultou em nada muito diferente. Após os 30 minutos, o Londrina foi ainda mais para a frente, com três atacantes. Só não empatou graças ao goleiro Martin Silva, que foi muito bem numa finalização de Zé Rafael aos 35. E o mesmo Zé Rafael, quase da pequena área, chutou por cima uma sobra de bola aos 42 minutos.

O apito final do juiz confirmou uma vitória importantíssima contra o rival direto na briga pelo G4. Valeu demais. Mas Jorginho precisa arrumar a casa. Este Vasco dá muitos sustos. E não será sempre que Martin Silva vai defender todas lá atrás para garantir magérrimos 1 a 0.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 1 X 0 LONDRINA

SÉRIE B DO BRASILEIRO - 30ª rodada

DATA E HORÁRIO: 8/10/2016 - 18h30min (de Brasília)

LOCAL: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)

ÁRBITRO: Renan Roberto de Souza (PB)

AUXILIARES: Tomaz Diniz de Araújo (PB) e Márcio Freire Lopes (PB)

CARTÕES AMARELOS: Ederson e Rafael Marques (VAS); Lucas Ramon, Marcondes e Germano (LON)

CARTÕES VERMELHOS:

RENDA E PÚBLICO: R$ 368.660,00/ 6.792 pagantes

GOL: Germano (contra), 27'/1ºT (1-0)

VASCO: Martin Silva; Madson, Luan, Jomar (Rafael Marques, 41'/1ºT) e Alan Cardoso; Diguinho, Willian (Bruno Gallo, 10'/2ºT), Andrezinho e Nenê; Thalles e Éderson (Fellype Gabriel, 23'/2ºT). TEC: Jorginho.

LONDRINA: Marcelo Rangel; Lucas Ramon, Everton Sena, Marcondes e Léo; Germano, Anderson (Rondinely, 12'/2ºT), Zé Rafael e Filipe Soutto (Rafael Gava, 29'/ºT); Alisson Safira (Keirrison, 12'/2ºT) e Jô. TEC: Claudio Tencatti

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos