Gol de Gênesis aos 50 da etapa final inicia a festa: Boa de volta à Série B

Um ano após a queda, o Boa Esporte retornou à Série B do Brasileiro. Na manhã deste domingo, no Estádio Melão, em Varginha, numa partida que teve de tudo (muitos lances de perigo, tensão, raça e até sangue, já que a partida foi de muito contato físico e os dois zagueiros do Boa tiveram de levar pontos após choques), conseguiu com um gol de Gênesis aos 50 minutos do segundo tempo a vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo-PB pelas quartas de final da Série C. O resultado (somado ao 0 a 0 da partida de ida em João Pessoa) , garantiu o acesso.

O Boa Esporte é o terceiro time que confirmou sua presença na Segundona, ao lado de ABC-RN e Guarani. Assim, resta apenas uma vaga, que será disputada na noite deste domingo entre Fortaleza e Juventude (em Caxias do Sul o jogo terminou 0 a 0).

Para o Botafogo ficou a lamentação. Depois de ter sido inferior no primeiro tempo, o time paraibano, além de acertar duas bolas na trave dos mineiros, foi bem melhor na segunda etapa e quando tudo indicava que a decisão iria para os pênaltis veio gol nos acréscimos (o juiz deu corretamente sete minutos a mais por causa das muitas substituições e interrupções).

Com isso, o Botafogo segue o longo jejum. Desde 1989 que o maior time de João Pessoa não disputa uma Série B.

O público em Varginha, como é tradicional, foi pequeno. A torcida local não prestigiou o time - que foi fundado na cidade de Ituiutaba e passou a jogar na cidade com o nome de Boa no início da década. Mesmo assim, o Boa começou melhor, dominando os primeiros 15 minutos, mas foi do Botafogo o primeiro lance de perigo, quando Carlinhos chutou e o goleiro Daniel Luiz salvou com o pé. Assustado, o Boa passou a atacar ainda mais e criou duas chances, uma finalização de Rodolfo na trave, mas o Botafogo devolveu: uma cobrança de falta de David Luiz foi no travessão.

No segundo tempo, a partida seguiu movimentada, com boas chances para cada equipe, mas o placar seguiu 0 a 0 graças às atuações dos dois goleiros. Porém, aos 50 minutos, o atacante Gênesis, que entrara aos 20 minutos antes, recebeu de Escobar, limpou a marcação e chutou de fora da área no canto esquerdo do goleiro. Boa 1 a 0 e de volta à Série B.

Herói do acesso, o garoto Gênesis chorava de felicidade.

- Estou feliz demais. Foi o gol mais importante da minha carreira. Me chamo Gênesis e que isso seja apenas o início de uma carreira promissora e Deus está me abençoando cada vez mais.

O atacante disse que o treinador Ney da Matta cantou a jogada do gol.

- Ele me chamou do banco e disse, entra que você vai ter uma bola que poderá pegar e girar e fazer o gol. Foi o que aconteceu - concluiu o jogador que pôs fim à série de insucessos do Boa. No fim de 2015 o time caíra para a Série C-2016. E no Mineiro deste ano o time acabou rebaixado e terá de disputar a Segundona do estadual em 2017.

No Botafogo, agora o jeito é pensar na próxima temporada.

- Vamos voltar para casa e assimilar. O sucesso passou perto. Uma falta de atenção quando o jogo estava acabando significou a derrota. Mas fizemos uma grande campanha e podemos brilhar no ano que vem, disse Plínio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos