Jogo feio? Vitória contra lanterna vira motivo de orgulho do Palmeiras

"A dureza do prélio não tarda" e o Palmeiras sabe muito bem disso. Tanto é que a vitória sobre o América-MG, em Londrina, no Paraná, foi enaltecida de uma maneira especial pelos jogadores: três pontos conquistados pelo líder do Campeonato Brasileiro, mesmo com um futebol pouco expressivo em campo. Restando apenas nove jogos para o fim do nacional, "levar de vencida" nesta altura é o mais importante.

"O que faz a diferença é que estamos jogando todo o jogo como se fosse uma final. Vão dizer que nós jogamos mal, mas tem hora que você tem que ganhar jogo. O time do Palmeiras não é um time para dar espetáculo. A gente não entra em campo para jogar feio, entramos para vencer. Essa é a diferença. Claro que tem dia que tudo acontece do jeito que você quer, toque de calcanhar dá certo, chapéu dá certo.... Quando dá certo, dá para jogar bonito. Quando não dá, a vitória é a única coisa que importa", resumiu Alecsandro.

O jogar mal está nos números da partida contra o Coelho. Dos 23 cruzamentos que tentou no jogo, o Palmeiras errou 19. Foram sete finalizações para longe do gol, contra apenas três certas. Ao todo, 36 lançamentos equivocados, contra apenas 14 corretos e um total de 49% de posse de bola, menor do que a do lanterna do Brasileirão, que terminou com 51%.

O pior momento do Palmeiras no jogo, de fato, foi no segundo tempo. Entretanto, com boas alterações de Cuca e esforço para não recuar demais, o Palmeiras chegou ao segundo gol com Alecsandro, aos 42 minutos da etapa final.

"Vitória é mais importante do que jogar bonito. Não tomamos gol. Vitória importante para coroar essa torcida linda. Resultado de trabalho do grupo, da diretoria, comissão técnica, todo mundo fechado com a torcida. Vamos ver o que Deus preparou para a gente no futuro", disse Vitor Hugo, que formou dupla de zaga com Edu Dracena no duelo desde domingo.

Com a vitória, o Palmeiras segue com três pontos de vantagem para o vice-líder Flamengo no Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, recebe o Cruzeiro em Araraquara e, mais uma vez, precisará se mostrar forte para sair com os três pontos. Afinal, a Raposa luta para se afastar de vez das últimas posições da tabela.

"A gente tem a missão de continuar, demos mais um passo rumo ao que tanto sonhamos. Agora é pensar na quinta-feira, descansar bem", completou o camisa 7 Dudu, capitão do time.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos