Brasileiro do Timão será direcionado pelos dois próximos jogos, diz Carille

Santa Cruz x Corinthians, quarta-feira, 12 de outubro de 2016, às 21h45, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Corinthians x América-MG, domingo, 16 de outubro de 2016, às 18h30, na Arena Corinthians, em São Paulo. Segundo o técnico interino do Timão, Fabio Carille, são estes dois jogos, contra os dois piores times do Campeonato Brasileiro, que definirão o futuro da equipe no torneio. Hoje o Corinthians é nono colocado, mas ainda sonha com uma vaga no G6, que dá vaga à Libertadores de 2017.

- Esses dois jogos vão direcionar o Corinthians no Campeonato Brasileiro. Se os dois resultados não forem positivos vamos deixar de brigar pelo nosso objetivo. Sabemos que não será fácil, o Santa Cruz é um time forte, em que os jogadores estão brigando por objetivos, seja de permanência na divisão ou mesmo de tentar a renovação com o clube. Mas nós vamos olhar jogo a jogo e nos preparar para dois adversários difíceis - relatou o técnico do Corinthians.

Ao menos neste segundo turno, o Corinthians não tem muito do que se gabar em relação a Santa Cruz e América-MG. Os três são os piores times da segunda metade do Brasileirão: os paulistas com oito pontos em dez jogos e 26,6% de aproveitamento, os mineiros com oito pontos em dez jogos e os mesmos 26,6% de aproveitamento (só está atrás porque sofreu 15 gols, contra 14 do Timão) e os pernambucanos com cinco pontos e aproveitamento de 16,6% dos pontos.

Para melhorar o desempenho do Timão, Carille acredita que seja fundamental que o ataque aproveite melhor as chances criadas. O setor é uma grande preocupação do treinador, mencionada em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava.

- Eu dirigi cinco jogos até agora. E dos cinco jogos em quatro gostei do que vi. Só fomos abaixo contra o Botafogo. Mas estou vendo muito do que penso, toque de bola, área cheia pra finalizar, oportunidades criadas. Falta um pouco de tranquilidade pra finalizar. Isso me incomoda, mas o incômodo seria maior se não estivéssemos criando. Me deixa mais tranquilo que estamos chegando lá, falta a definição da parte final. Nesta semana aprimoramos mais essa parte para ser melhor, tivemos tempo para isso - diz o técnico, que aposta em Guilherme como falso 9 para superar o Santa Cruz em Cuiabá.

- Espero uma equipe de mais posse de bola e mais qualidade no passe. Para jogar com Camacho, Rodrigo e Giovanni é muito importante ter o Guilherme como falso 9. É muito importante a profundidade de quem estiver pelos lados, também - disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos