Oswaldo estreou no Corinthians para Luxa virar comentarista na TV; relembre

  • Robson Ventura/Folhapress

    Técnico estreou no Corinthians em 1998

    Técnico estreou no Corinthians em 1998

O ano era 1998. O Corinthians tinha Gamarra, Rincón, Marcelinho Carioca e outros astros. Mas na tarde daquele domingo, 7 de junho, o técnico era um desconhecido: Oswaldo de Oliveira. O "titular" Vanderlei Luxemburgo estava na França, comentando a Copa do Mundo no canal a cabo SporTV e deixou seu auxiliar comandando a equipe em treinos e amistosos, como o daquela tarde, contra o União Barbarense.

Dezoito anos após ao empate por 1 a 1 naquela partida de estreia, Oswaldo volta ao clube alvinegro para a sua terceira passagem. De lá para cá, muita coisa mudou na vida do treinador e do clube, que juntos tiveram 114 partidas, 59 vitórias, 22 empates e 33 derrotas. Os dados estão no Almanaque do Corinthians.
 
Depois de substituir Luxa no amistoso, Oswaldo teve de esperar mais alguns meses até assumir o posto de técnico alvinegro de forma oficial. E por pouco não deu certo... Efetivado no início de 1999, quando Luxemburgo decidiu dedicar-se integralmente à Seleção, ele teve inicio ruim no cargo e foi afastado por uma série negativa no Torneio Rio-São Paulo, com direito a goleada de 6 a 1 sofrida para o Botafogo.
 
O Corinthians recorreu então a Evaristo de Macedo. Três meses depois, porém, o comandante alvinegro foi demitido e o auxiliar Oswaldo de Oliveira foi novamente efetivado. Desta vez, porém, ele agarraria a chance e levaria o clube a dois títulos na temporada, Paulistão e Brasileiro.
 
A eliminação nas quartas de final da Libertadores para o Palmeiras fez o técnico balançar. Porém, ele resistiu e, no início de 2000, conquistou um dos títulos mais importantes dele e do clube, o Mundial de Clubes, no Rio de Janeiro.
 
Entretanto, meses depois viria uma nova queda no torneio sul-americano para o rival alviverde. O Timão perdeu para o Palmeiras na semifinal e, logo depois, sob protestos da Fiel torcida, Oswaldo caiu.
 
Em 2004, Oswaldo retornou ao Parque São Jorge com a árdua tarefa de recuperar o time, que vivia fase ruim. No Paulistão, teve êxito e conseguiu escapar do rebaixamento na última rodada. Porém, a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil aliada às goleadas no Brasileirão para Grêmio (0-4), Palmeiras (0-4) e Atlético-PR (0-5) foram fatais e culminaram na sua segunda demissão do Corinthians.
 
Agora, aos 65 anos, o treinador retorna para escrever mais um capítulo de sua história no Timão. A estreia pode acontecer já no domingo, contra o América-MG, na Arena Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos