César Sampaio verá jogo do Verdão ao lado de torcedores no domingo

O ex-volante César Sampaio será a atração do "Casa Palmeiras", evento que reúne torcedores e um ídolo do passado, no próximo domingo, no Cochabamba Bar, em Jundiaí (SP). Os palmeirenses poderão assistir ao lado dele ao duelo contra o Figueirense, que será às 17h, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Os ingressos são vendidos somente na Academia Store de Jundiaí e saem por R$ 80 para torcedores comuns e por R$ 70 para sócios Avanti.

- Apesar de eu ter jogado pelos quatro grandes de São Paulo, minha imagem está totalmente atrelada ao Palmeiras, pelas conquistas que tive. Por ser palmeirense, isso também ajuda (risos). É uma grande alegria poder ter feito parte da história, numa geração vencedora, e ainda ser lembrado até hoje como um jogador importante - afirmou Sampaio, relembrando sua conquista mais marcante pelo clube.

- Para mim, foi o Paulista de 1993. Dos títulos que conquistei, a Libertadores foi o de maior expressão, mas aquele Paulistão, por ter feito o Palmeiras sair da fila, por ter sido contra o Corinthians, foi muito especial. Demos início a um período de conquistas maravilhoso. Aquele foi o time mais prazeroso em que joguei na minha carreira. O time de 1993/94 se divertia jogando. Nós jogávamos com respeito, é claro, mas brincávamos em campo - ressalta o ex-volante.

Na última semana, jogadores e comissão técnica do Palmeiras receberam a visita de Sampaio na Academia de Futebol. Ele foi recepcionado por Cícero Souza, gerente de futebol do Verdão.

- Pude ver a harmonia do grupo, uma atmosfera muito boa, de união e comprometimento. Tem alguns gestos que são simbólicos. Para nós, que já jogamos futebol, é nítido. Quando sai um gol, o banco de reservas inteiro corre para comemorar. Isso é espírito de solidariedade. Deu para ver que o grupo está fechado em prol dessa conquista que pode surgir. O Palmeiras tem feito por merecer essa campanha - analisou o ídolo o Verdão.

- Esse momento na liderança é muito importante, requer muita prudência. Na posição atual, o Palmeiras é referência, é o time a ser batido. Todos vão jogar a vida contra a equipe, por isso é preciso estar atento a todos os fatores, como coesão de grupo, equilíbrio emocional, nível de concentração... Eu conversei com o Cuca, com Alecsandro, Zé Roberto, Gabriel, Jaílson... Eles estão muito centrados, muito confiantes - revelou Sampaio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos