Dorival admite queda de rendimento do Peixe, mas diz: 'Tem de ser assim'

O Santos conquistou mais uma vitória no Brasileirão, consolidou-se ainda mais nas primeiras posições e tirou para sete pontos a diferença para o líder Palmeiras. Mesmo assim, o técnico Dorival Júnior admitiu que o Peixe não fez um grande jogo diante do São Paulo, no Pacaembu.

Apesar da vitória por 1 a 0, o treinador reconheceu que o Santos não teve grande atuação, mas garantiu que neste momento da competição os três pontos são mais importantes que o brilho.

- Olha, tem que ser assim. Não temos outro caminho, jogos estão muito difíceis. Recuperação de um jogo para outro é difícil, jogo exigiu demais da equipe, jogadores vão até o limite final. Tem jogos que você não consegue se impor. Quando você consegue suportar sofrimento, você se mostra mais preparado - disse, em entrevista coletiva após o San-São.

Mesmo admitindo a queda de rendimento ao longo do jogo, Dorival Júnior fez questão de exaltar os pontos conquistados diante do São Paulo, no Pacaembu e expôs os pontos positivos do desempenho alvinegro.

- Primeiro que o resultado foi fundamental, conquistado na casa do adversário. Tivemos bons momentos, depois o São Paulo cresceu. Tivemos no segundo tempo 10 minutos bons também. Ficamos com contra-ataque disponível, mas não encaixamos o último passe. Jogo perigoso, difícil de se jogar. Tivemos que ser cirúrgicos para vencer. Fizemos substituições por necessidade, e foi natural colocar homem de área e adiantar o Luiz Felipe, que já atuou nesse função.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos