Velejadores campeões olímpicos entregam barcos para promessas

Quatro promessas da vela brasileira receberam nesta sexta-feira dois barcos da classe 470 das mãos de quatro campeões olímpicos. Na cerimônia de entrega realizada no Iate Clube do Rio de Janeiro, no último dia de disputa da Copa da Juventude, Martine Grael, Kahena Kunze, Robert Scheidt e Torben Grael entregaram as embarcações para as duplas Juliana Duque e Amanda Sento-Sé Leonardo Lombardi e Rodrigo Luz.

Campeãs mundiais na classe Snipe este ano, as baianas Juliana, de 21 anos, e Amanda, de 15, receberam o 470 medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008 com Fernanda Oliveira e Isabel Swan. O presente foi entregue por Martine, ouro na 49erFX na Rio-2016, e Scheidt, campeão olímpico na Laser em Atlanta-1996 e Atenas-2004.

- É muito emocionante, um bom incentivo para podermos fazer a campanha olímpica. É o barco das medalhistas de bronze em Pequim-2008. Vamos fazer de tudo, treinar muito, dobrado, para aproveitar esta oportunidade que nos foi dada - disse Juliana.

Medalhistas de prata no último Mundial da Juventude na classe 420, os velejadores do Rio de Janeiro Leonardo e Rodrigo, ambos de 19 anos, ficaram com outro 470. Os jovens atletas receberam o barco das mãos de Kahena Kunze, ouro na 49erFX na Rio-2016, e Torben Grael, campeão olímpico na Star ao lado de Marcelo Ferreira, em Atlanta-1996 e Atenas-2004.

- É uma honra muito grande. Velejo desde os 7 anos e sonho em poder ir para os Jogos Olímpicos. Isso sempre foi algo distante, mas temos conseguido bons resultados e isso nos motiva. Conseguir esse barco é um primeiro passo para realizar um sonho de vida - afirmou Leonardo.

A solenidade de assinatura do convênio contou com a participação do Secretário-Geral da Confederação Brasileira de Vela (CBVela), Ricardo Lobato; do Diretor de Vela do Yatch Clube da Bahia e presidente eleito da Federação de Esportes Náuticos do Estado da Bahia (Feneb), Marcio Cruz; do Vice-Presidente Técnico da Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro (Feverj), Flavio Gama; do Contra-Comodoro do Iate Clube do Rio de Janeiro, Vicente Arruda; do Presidente do Grupo Energisa, Ricardo Botelho; e do Gerente Geral de Performance Esportiva do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Jorge Bichara.

- Desde que assumimos a CBVela temos o compromisso de investir na Vela Jovem. Fazer a transição do período de aprendizado para o alto nível é algo bem difícil. Nós queremos sempre ajudar ao máximo nessa transição", disse Ricardo Lobato. "A Energisa é privilegiada em apoiar a Vela Jovem brasileira. Temos um histórico de presença na vela e estamos satisfeitos em poder contribuir para o desenvolvimento desse grande projeto da CBVela - afirmou Ricardo Botelho

Coordenador Técnico da Equipe Brasileira de Vela, Torben Grael falou da importância de se disponibilizar estes barcos para os jovens velejadores.

- Na vela olímpica hoje em dia temos uma renovação constante do equipamento. Alguns barcos estão em ótimo estado, mas não para competir no top da vela olímpica. Porém, para quem está começando, são perfeitos. Entregar estes barcos dá aos jovens atletas uma grande oportunidade de aperfeiçoamento e treinamento.

A Copa da Juventude 2016 tem organização da CBVela e do Iate Clube do Rio de Janeiro. Conta com patrocínio do Banco Bradesco e do Grupo Energisa e apoio da Federação de Vela do Estado do Rio de Janeiro (Feverj).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos