Com 'eu acredito', polêmica e gol no fim, Botafogo bate Atlético-MG

O som de "Eu acredito" agora ecoa na voz dos botafoguenses. Em jogo movimentado, no qual contou com a polêmica para iniciar uma vantagem por 2 a 0, mas que só teve a vitória consolidada aos 45 minutos do segundo tempo, o Botafogo superou o Atlético-MG por 3 a 2, neste domingo. A equipe, que marcou com Bruno Silva, Rodrigo Pimpão e Dudu Cearense chegou à sua quarta vitória consecutiva no Brasileirão e, nesta 31ª rodada, chega a 50 pontos e a quinta colocação. Já o Galo, que descontou com Fred e Leonardo Silva, estaciona nos 56 pontos.

MAIS SERENO, FOGÃO SAI NA FRENTE COM POLÊMICA

Lançando-se ao ataque de forma incisiva desde o primeiro minuto, o Botafogo contou com a "mãozinha" de uma polêmica para abrir o marcador. Camilo cobrou escanteio e Bruno Silva, após a bola tocar em seu braço, estufou a rede de Victor. Os jogadores do Atlético-MG chegaram a cercar o assistente, mas o árbitro Wagner Reway confirmou o gol aos quatro minutos.

O Glorioso voltou a exigir Victor em finalização de Camilo e lançamentos para Neílton. Em desvantagem, o Galo esboçou uma reação com as investidas de Fábio Santos, Clayton e Robinho, mas a equipe de Marcelo Oliveira recorria invariavelmente a cruzamentos para um bem marcado Fred. Para completar, depois de um pedido de pênalti em Emerson ser ignorado, os atleticanos se perderam em faltas e muitas reclamações.

Mais seguro, o Botafogo viu um momento ideal para dar novo "bote". Neílton avançou em contra-ataque e serviu Alemão, que deu cruzamento preciso para Rodrigo Pimpão bater de primeira aos 34. Pimpão ainda viu nova finalização sua parar em defesa "de manchete" de Victor.

GALO CRESCE, IGUALA O MARCADOR, MAS FOGÃO VENCE NO FIM

Além das entradas de Leandro Donizete e Pratto nos lugares de Rafael Carioca e Clayton, respectivamente, o Atlético-MG voltou com os ânimos renovados. Após boa tabela com Robinho, Fred honrou sua fama de carrasco do Botafogo e apareceu livre para diminuir o marcador aos cinco.

A vontade do Galo voltou a dar calafrios aos botafoguenses, em batida traiçoeira de Otero de fora da área. A equipe de Jair Ventura reagiu perdendo uma chance incrível: após cruzamento de Neílton, Victor furou feio, mas Camilo, com o gol vazio, mandou para fora.

A imprecisão custou caro. Otero cobrou escanteio para a área, e Leonardo Silva surgiu entre a marcação para dar uma cabeçada fulminante, decretando o empate do Atlético-MG aos 24.

O Botafogo voltou a se lançar a frente, apostando nas arrancadas de Gervasio Nuñez e Sassá, e viu Victor Luis perder chance duas chances claras. E, de tanto pressionar, a equipe de Jair Ventura, chegou à vitória graças a um herói improvável.

Lançado no intervalo, Dudu Cearense surgiu na primeira trave para escorar de cabeça escanteio cobrado por Camilo, conduziu o Botafogo ao terceiro gol aos 45 minutos. Ao som de "eu acredito", a torcida vibrava na Arena Botafogo com a certeza de que a equipe de Jair Ventura pode ter novos rumos.

PRÓXIMOS JOGOS

O Botafogo volta a campo nesta quarta-feira, contra o Santa Cruz, pela 32ª rodada do Brasileirão. Depois de enfrentar o Juventude na quarta-feira, no Alfredo Jaconi, pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Atlético-MG volta suas atenções para o Brasileirão no próximo domingo, contra o Figueirense, no Independência.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO BRASILEIRO

BOTAFOGO 3x2 ATLÉTICO-MG

Data: 16-10-16

Estádio: Arena Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ)?

Árbitro: Wagner Reway (MT)

Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (Fifa/MT) e Fabio Rodrigo Rubinho (MT).

Renda / Público: R$ 359.455,00 / 13.306 pagantes (14.595 presentes)

Cartão amarelo: Bruno Silva, Emerson Silva (BOT), Rafael Carioca, Fred (ATL)

Gols: Bruno Silva, 4/1ºT (1-0), Rodrigo Pimpão, 34/1ºT (2-0), Fred, 5/2ºT (2-1), Leonardo Silva, 24/2ºT (2-2) e Dudu Cearense, 45/2ºT (3-2)

BOTAFOGO: Sidão; Alemão, Emerson, Emerson Silva e Victor Luis; Airton (Dudu Cearense, intervalo), Bruno Silva, Rodrigo Lindoso e Camilo; Neilton (Gervasio Nuñez, 20/2ºT) e Rodrigo Pimpão (Sassá, 14/2ºT). Técnico: Jair Ventura

ATLÉTICO-MG: Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca (Leandro Donizete, intervalo), Júnior Urso e Otero; Clayton (Pratto, intervalo), Robinho e Fred (Cazares, 35/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos